uma criança indiana popular que previu a pandemia do coronavírus e que agora alertou sobre uma grande catástrofe

O menino indiano que previu o coronavírus, alerta sobre uma grande catástrofe em fevereiro

Para muitas pessoas, 2020 foi infinito…

O ano foi dominado por grandes histórias que mudaram nosso mundo, desde a pandemia de COVID-19 e a crise econômica resultante, até a última eleição presidencial e a agitação civil após a morte de George Floyd.

E isso nem inclui os incêndios florestais que devastaram a Austrália(clique para ler) ou a radiação de Chernobyl(clique para ler).

No entanto, 2021 está sendo muito pior.

Muitos médiuns previram que este ano será marcado por guerras, doenças e escândalos políticos como nunca vimos na história moderna.

Mas tudo isso pode ser realmente insignificante em comparação com o que está para acontecer.

Ou pelo menos é o que pensa Abhigya Anand, uma criança indiana popular que previu a pandemia do coronavírus e que agora alertou sobre uma grande catástrofe em fevereiro próximo.

“Seis estrelas” em fevereiro de 2021

Abhigya Anand, um menino indiano de 14 anos, se tornou viral na internet porque previu a pandemia do coronavírus no ano passado.

Seis estrelas em fevereiro de 2021
Antes do avanço da ciência, era comum os médicos usarem técnicas astrológicas em sua prática diária.

Ele também previu que o mundo estaria em perigo de novembro de 2020 a novembro de 2021. Ele disse que Júpiter entrará em Capricórnio em novembro de 2020 e o desastre começará novamente.

Em particular, a rara conjunção entre Júpiter e Saturno em 21 de dezembro de 2020 afetará a Terra, desde guerras, epidemias ao colapso econômico, e pode até haver problemas com o desenvolvimento da vacina.

E parece que Anand estava certo, mais uma vez, já que uma cepa mutante apareceu pela primeira vez no Reino Unido no início deste ano.

Essa nova cepa tem uma taxa de transmissão 70% maior que a cepa anterior, muito mais mortal e se espalhou por mais de 50 países, além de afetar principalmente jovens e idosos.

Em 24 de janeiro, o número de pessoas diagnosticadas com COVID-19 em todo o mundo é de mais de 98 milhões, o que equivale a 1 em 100 pessoas. E isso confirma a previsão de Anand sobre a pandemia.

Mas o pior seria dentro de algumas semanas, já que o índio previu que no dia 10 de fevereiro de 2021 haverá uma “conexão de seis estrelas”, ou seja, o sol, Vênus, Mercúrio, Júpiter, Saturno e a lua serão alinhados.

Isso significa que maiores forças das trevas atingirão a Terra, e pode haver uma catástrofe sem precedentes e até mesmo um colapso da economia.

É preciso lembrar que, atualmente, quase todos os países do mundo começaram a tomar medidas drásticas para decretar um novo confinamento domiciliar, fechando todos os estabelecimentos e negócios que não são essenciais.

Abhigya Anand, o menino indiano que previu o coronavírus, alerta sobre uma grande catástrofe em fevereiro
Para quem ainda duvida da capacidade de Abhigyan Anand, originalmente de Karnataka, ele é o astrólogo mais jovem do mundo, arquiteto e analista de preços de ouro.

Mas embora nos digam que se trata de medidas necessárias para evitar o colapso de hospitais, há muita preocupação entre os economistas, como um novo confinamento poderia desencadear o colapso da economia global.

E a fórmula é simples:

As pessoas não podem trabalhar; se elas não trabalharem, não podem comer, e por quanto tempo uma pessoa pode sobreviver sem qualquer renda ou ajuda?

Anand disse que somente se ganharmos imunidade poderemos nos proteger desses surtos de pandemia no futuro, devemos parar de matar animais e prejudicar a Mãe Natureza, pois estamos aumentando nosso Karma e, se o fizermos, teremos que enfrentar a ira da Mãe Terra.

Mas nem tudo são más notícias, pois Anand disse que quando Júpiter entrar em Aquário em novembro de 2021, a maioria dos desastres causados ​​por essas mudanças astronômicas desaparecerão gradualmente e a economia mundial começará a se recuperar.

Abhigya Anand, 14, já é professor de astrologia védica, também conhecido como “astrólogo indiano”…

Além de dominar a “astrologia védica”, Anand é um especialista em Ayurveda (medicina tradicional indiana), sânscrito e vastu sastra (uma antiga doutrina hindu que trata da influência das leis da natureza nas construções humanas).

Ele fez mestrado em microbiologia fitoterápica e está fazendo doutorado em astrologia financeira, razão pela qual Anand é considerado uma criança prodígio.

A censura também afeta Anand

Como você já viu, a Internet, mais especificamente as redes sociais, não são mais o paraíso da liberdade de expressão. Nas últimas semanas, elas decidiram impor a lei da censura.

A censura também afeta Anand
Previsão cumprida: Em agosto de 2019, Abhigya Anand enviou um vídeo em seu canal do YouTube intitulado ‘Grave perigo para o mundo de novembro de 2019 a 2020’.

Tudo começou com o ataque à sede do Congresso dos Estados Unidos, causado por declarações polêmicas de Donal Trump. Isso levou as grandes redes sociais a bloquearem sua conta.

Justificado ou não, este foi o sinal de que ninguém mais pode expressar livremente suas opiniões em público, e Abhigya Anand não é exceção.

Por motivos inexplicáveis, o YouTube removeu repetidamente seus vídeos, então Anand criou um site oficial pessoal (abhigyaanand.com), um lugar onde qualquer pessoa interessada em suas previsões pode ver seus vídeos livremente, sem censura.

O YouTube tem apagado desesperadamente as previsões de Anand, e essas previsões agora estão se tornando realidade. Por isso, estamos lançando nosso site para você”,

explica Anand.



Confira também:

Menino indiano que previu coronavírus em 2019 alerta para nova pandemia

Um misterioso livro descreve a autodestruição da civilização: E tudo está acontecendo como foi escrito!

“O novo normal”: George Orwell já previa tudo isso no livro: 1984

Um livro brasileiro de 2014 previu a pandemia em 2020



Por exemplo, ele previu em um vídeo postado em 1º de abril de 2020, que o próximo surto ocorreria por volta de 20 de dezembro de 2020.

No entanto, o YouTube removeu este vídeo em 16 de maio. Anand também relatou que não possui nenhuma conta no Facebook, Twitter ou Reddit.

Ter uma conta nas redes sociais não adianta. Tentamos usar todas as plataformas alternativas. Porque o YouTube excluiu o vídeo sem motivo, ameaçando a liberdade na Internet”,

conclui Anand.

Vivemos tempos turbulentos e, se a pandemia do coronavírus não bastasse, em fevereiro poderíamos enfrentar uma catástrofe muito pior.

A COVID-19 mudou completamente o mundo em que vivemos. Antes da pandemia, tínhamos uma “falsa” sensação de liberdade.

Mas agora, grandes empresas de tecnologia orgulhosamente colaboram entre si e seguem as ordens estabelecidas pelos governos para censurar todas as informações não só relacionadas ao coronavírus que duvidam das versões oficiais, mas também opiniões que podem provocar inquietação social.

O que vai acontecer no próximo dia 10 de fevereiro?

Deixe sua opinião nos Comentários…
Compartilhe com seus amigos…

Deixe um Comentário