Um Incêndio florestal em Chernobyl está causando aumento nos níveis de radiação

Os níveis de radiação próximos à área em torno da usina nuclear de Chernobyl aumentaram muito mais do que o normal devido a um incêndio florestal que devastou as florestas ao redor da instalação.

Segundo as autoridades, o incêndio ocorreu perto de Volodymyrivka, na zona de exclusão e a radiação quase chegou à Kiev, capital da Ucrânia.

Relatórios oficiais indicam que aproximadamente 100 hectares de floresta foram afetados ao redor da usina nuclear e mais de 130 bombeiros e 30 veículos, incluindo dois aviões e um helicóptero, foram enviados para combater o incêndio.

O aumento da radioatividade no local atingiu 16 vezes mais que o normal, de acordo com as leituras da Geiger publicadas no Facebook por Yegor Firsov, chefe do serviço estadual de inspeção ecológica da Ucrânia.

Firsov disse que cidadãos ignorantes provavelmente começaram os incêndios colocando fogo na grama da área.

Liberação de radiação

O problema é que esses incêndios liberam radiação previamente bloqueada no solo, folhas e madeira das florestas ao redor da zona de exclusão.

Um Incêndio florestal em Chernobyl esta causando aumento nos níveis de radiação

As leituras realizadas perto do centro do incêndio mostraram uma leitura de Sievert por hora (µSv / h) de 2,3, bem acima do nível de 0,14 que seria normalmente esperado aqui. O nível máximo de segurança para humanos é de 0,5 µSv / h.



Imagem do porão de Chernobyl é realmente aterrorizante

A camada de ozônio antártico está se recuperando

Trombetas apocalípticas foram ouvidas no céu do mundo todo

Os ‘chifres do diabo’ aparecem no Golfo Pérsico, seria um sinal apocalíptico?

O incrível mistério das pedras que têm a capacidade de crescer e se mover



A devastação foi extensa e muitos isótopos radioativos foram liberados como resultado. No entanto, as autoridades ucranianas enfatizaram que os bairros vizinhos mais afastados do incêndio estão seguros.

Lembre-se de que o pior acidente nuclear da história ocorreu em 1986 na usina nuclear de Chernobyl.

A Zona de Exclusão de Chernobyl abrange 2.600 quilômetros quadrados de terra que foram destruídos pela radiação nuclear após o desastre em abril de 1986.

A vida vegetal que cresce em toda a zona de exclusão de Chernobyl pois não é afetada pela radiação, da mesma maneira que a vida animal, graças à sua estrutura biológica diferente e mais adaptável, de acordo com o Science Alert.

O local permanece praticamente desabitado, embora aproximadamente 200 indivíduos teimosos permaneçam na área, apesar das ordens para sair.

A Chave dos Mistérios Ocultos

Você já tem a chave, mas terás a coragem de abrir?

Comente