Skip to main content
Nostradamus teria o francês previsto a pandemia do coronavírus

A vacina contra a COVID-19, o apocalipse zumbi e Nostradamus!

Agora que 2020 está chegando ao fim, muitos de nós temos apenas uma vaga memória do que aconteceu entre março e dezembro…

A experiência foi surreal…

Fazer compras em um supermercado ou visitar um dentista fazia você se sentir como o principal protagonista de um filme de apocalipse de zumbis.

Chega de festas de aniversário, casamentos, jantares sociais, abraços e apertos de mão. Esta pandemia afetou nossos empregos e nossa economia, a educação de nossos filhos e nossa saúde em geral.

Está testando a força dos alicerces de nossas vidas…

O único consolo, é o fato de que a população mundial de 7,8 bilhões sente o mesmo. Nestes tempos de desespero, muitos precisam de esperança, algo em que se agarrar.

Algumas pessoas mudaram suas esperanças de voltar ao normal, para uma vacina. Mas permanecem questões sobre a eficácia, segurança, disponibilidade de vacinas e se elas realmente “acabarão com a pandemia” de uma vez por todas.

Mas também há muitos que acreditam que as vacinas criadas muito rapidamente podem criar efeitos adversos, incluindo a possibilidade de um apocalipse zumbi.

O que sabemos sobre vacinas?

Embora existam muitas vacinas diferentes, a maior parte da atenção agora está em duas delas em particular:

As vacinas Pfizer e Moderna.

Ainda não se sabe qual ingrediente nas vacinas contra o novo coronavírus pode estar causando reações alérgicas graves em algumas pessoas.
Ainda não se sabe qual ingrediente nas vacinas contra o novo coronavírus pode estar causando reações alérgicas graves em algumas pessoas.

Essas foram as duas vacinas que mostraram mais eficácia até agora, mas também são completamente novas de uma maneira específica – funcionam por meio de uma tecnologia diferente de qualquer outra vacina.

As vacinas anteriores usavam uma forma enfraquecida ou inativada do vírus, ou simplesmente fragmentos particulares de um vírus(que é conhecido como proteínas virais).

Essas vacinas atuam como ferramentas de ensino para nosso corpo, dando-nos um modelo para combater os vírus infecciosos reais quando eles vêm atrás de nós.

Mas os efeitos colaterais não estão isentos…

Os cientistas reconheceram que haverá efeitos colaterais muito reais decorrentes desta vacina. Dor no local da injeção e fadiga subsequente foram documentadas.

Eles também parecem piorar após a segunda dose…



Antigos textos tibetanos previram a pandemia de coronavírus há 2.500 anos

Menino indiano que previu coronavírus em 2019 alerta para nova pandemia

A misteriosa relação entre a pandemia de coronavírus, o n° 666 e o ​​anticristo

A Pandemia de Coronavírus é o Início da Terceira Guerra Mundial?

O ‘Washington Post’ mostra que o coronavírus emergiu de um laboratório em Wuhan



Em particular, a vacina Pfizer mostra algumas evidências de causar efeitos graves em um subconjunto de pessoas suscetíveis a reações alérgicas graves.

E, embora os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) enfatizem que acreditam que as duas vacinas são seguras e eficazes, estão atentos a eventos adversos.

O “programa de vigilância ativa V-safe” da agência, que permite aos pacientes relatar voluntária e diretamente os eventos adversos, relata que um total de 215.362 pessoas receberam sua primeira dose da vacina em 18 de dezembro.

Desse número, cerca de 5.052 ou 2,3% apresentaram um “impacto na saúde” não especificado grave o suficiente para que a pessoa não possa realizar atividades diárias normais, não possa trabalhar, etc…

O CDC também observa que, até 18 de dezembro, eles haviam confirmado seis casos de anafilaxia, ou reação alérgica grave, após a vacinação.

O misterioso caso de Tiffany Dover

No entanto, um dos casos que mais preocupa é o de Tiffany Dover, a enfermeira que caiu ao chão imediatamente após ser vacinada…

A polêmica começou nos dias após sua reação porque aparentemente desapareceu. Ela parou de postar nas redes sociais, não foi ao local de trabalho e seus parentes não conseguiram se comunicar com ela.

O CHI Memorial Hospital no Tennessee (EUA), onde Tiffany trabalha, publicou um vídeo de 20 segundos nas redes sociais, mostrando várias enfermeiras segurando cartazes para apoiar o lançamento da vacina contra o coronavírus e posando ao lado de uma mulher de aparência semelhante a Tiffany.

Eles também fizeram uma declaração tentando acalmar as preocupações levantadas por seu súbito desaparecimento.

Uma descrição que acompanha o vídeo é:

A liderança da enfermeira apoia a Tiffany. Estamos felizes em compartilhar que Tiffany Dover está indo bem. Aqui está um pequeno vídeo dela hoje cercada por seus colegas de apoio.”

Além disso, foi publicada uma entrevista no Canal 3, onde a enfermeira disse que sofre de síndrome vagal, que ocorre quando uma pessoa desmaia porque o corpo reage de forma desproporcional a certos gatilhos, como ver sangue ou sentir muito sofrimento emocional.

Então tudo parece indicar que Tiffany desmaiou, exceto pelo fato de que nas últimas horas está sendo transmitido um vídeo mostrando o banco de dados público de registros de óbitos (SearchQuery) que registra sua morte, aos 30 anos, em Higdon Alabama, a apenas 15 minutos de carro do Tennessee CHI Memorial Hospital.

E não é um nome semelhante, é seus dados biográficos e parentes mais próximos. Um obituário público foi até postado no Tennessee, mas completamente sem detalhes, sem menção da causa da morte ou detalhes do funeral.

De acordo com essas informações, Tiffany Dover foi vacinada em 17 de dezembro de 2020 e faleceu em 20 de dezembro de 2020, três dias após receber a vacina COVID-19 da Pfizer BioNTech.

E como ela fez as entrevistas pós-vacinação?

Para alguns a resposta é simples, já foi pré-gravada prevendo o que poderia acontecer…

A pandemia de coronavírus é o verdadeiro apocalipse zumbi?

Os cientistas referiram-se repetidamente ao vírus SARS-CoV-2, que causa o COVID-19, como um zumbi. Como a velocidade com que os zumbis se espalham e seu número aumenta.

A vacina contra o coronavírus pode causar um apocalipse zumbi
A vacina contra o coronavírus pode causar um apocalipse zumbi?

Eles dizem que metade dos zumbis COVID se parecem conosco por cinco dias após serem mordidos, e então se transformam em zumbis óbvios.

No entanto, 40-50% dos zumbis se parecerão e se sentirão como humanos por um período ainda mais longo de sete dias ou mais. A parte complicada sobre esse zumbi de 40-50% é que 2-3 dias antes de reconhecê-los como zumbis, eles podem nos “morder”(transmitir) e nos transformar em zumbis também.

Os zumbis(infectados c/ o COVID-19) têm dificuldade em reconhecer que estão infectados, se eles estão a 2 metros 6 ou mais de distância e se escondem atrás de uma máscara.

Se você esta sem máscara e chega perto de um “zumbi” e ele te “morde” você se tornam um zumbi também. Os zumbis são realmente atraídos por grandes grupos humanos lotados.

A maioria continua “mordendo” e criando mais “zumbis” por cerca de duas semanas. Durante um período de semanas a meses, alguns zumbis morrem.

Alguns dos que não morrem demoram até seis semanas para se recuperar. Alguns nunca conseguem se recuperar.

Então, o apocalipse zumbi está aqui…

E como se não bastasse, ninguém sabe que reação as vacinas vão causar no COVID-19, muito menos na cepa mutante que atualmente se espalha pelo mundo em alta velocidade.

É verdade que não é um apocalipse zumbi como os retratados nos filmes, mas atua da mesma forma, podendo causar um colapso social e econômico nunca antes visto no mundo moderno.

Nostradamus e o COVID-19

E por último, mas não menos importante, temos a profecia de Nostradamus sobre o apocalipse zumbi para 2021. A previsão fala de um vírus liberado por uma arma biológica que transforma humanos em zumbis antes de nos matar.

Nostradamus teria o francês previsto a pandemia do coronavírus
Nostradamus teria o francês previsto a pandemia do coronavírus?

Poucos jovens; meio mortos para começar. Morrendo por despeito, ele fará outros brilharem, e grandes males ocorrerão em um lugar exaltado. Conceitos tristes irão prejudicar a cada um. Digno temporário, Missa triunfante. Pais e mães mortos de dor infinita. Mulheres de luto, o monstruoso pestilento: O Grande para não ser mais, o mundo inteiro para acabar.”

Segundo especialistas da área, os cientistas vão criar uma arma biológica, que pode ser a vacina, e que vai causar um verdadeiro apocalipse para a humanidade.

Como podemos ver, as vacinas para COVID-19 podem ter efeitos indesejáveis..

E não estamos dizendo isso, alguns cientistas também questionam a velocidade com que as vacinas estão sendo desenvolvidas e alertam para efeitos colaterais graves.

E você amigo(a) tem coragem de tomar alguma dessas vacinas polêmicas?

Deixe sua opinião nos Comentários…
Compartilhe com seus amigos…

Deixe um Comentário