Espada gigante de 7 pés e espelho para matar demônios encontrados em túmulo no Japão

Espada gigante e espelho de bronze encontrados em túmulo no Japão

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

Pesquisadores no Japão estavam escavando um antigo túmulo de kofun quando encontraram um enorme espelho de bronze em forma de escudo e uma espada gigante de ferro de 2,1 metros, a maior já descoberta na ilha.
Em 25 de janeiro, pesquisadores do Centro Municipal de Pesquisa de Propriedades Culturais Enterradas de Nara e do Instituto Arqueológico da Prefeitura de Nara de Kashihara anunciaram novas descobertas:

“Sem precedentes e empolgantes”.

O Prof. Seigo Wada, diretor do Museu de Arqueologia da Prefeitura de Hyogo, que aconselhou a escavação, disse à ASAHI que uma equipe estava escavando o maior túmulo redondo ‘kofun’ do Japão, o Tomio-Maruyama que foi criado na segunda metade do século IV dC.

Enterrado em argila bem no centro da antiga tumba e colocado sobre o corpo do falecido, a incomum espada gigante e o espelho foram recuperados.

Uma estreia nacional para a arqueologia japonesa

Padrões decorativos são vistos em uma foto de raio-X do espelho de bronze em forma de escudo
Local da descoberta.

O Kofun Tomio-Maruyama está em escavação desde 2018. Este ano, os pesquisadores exploraram o “tsukuridashi”, uma seção elevada no centro do túmulo.

A primeira grande descoberta veio na forma de um enorme “caixão de madeira de 5 metros (16,4 pés) de comprimento”.

Então, enterrada na argila que cobre o caixão, os arqueólogos identificaram a enorme espada de ferro e o espelho de bronze em forma de escudo.

Os espelhos, tendo o poder de refletir imagens e iniciar incêndios, eram objetos profundamente sagrados nos tempos antigos.

Muitos espelhos foram importados da China para as ilhas japonesas, onde se tornaram símbolos de autoridade e posteriormente enterrados como objetos funerários em túmulos de elite.

Isso representa “a primeira vez” que tal espelho foi descoberto no Japão.

Uma obra-prima do artesanato Kofun

Medindo cerca de 64 centímetros (2 pés) de comprimento por cerca de 31 cm (1 pé) de largura, a parte de trás do espelho de bronze é fortemente decorada com complexos padrões entrelaçados.

O espelho de bronze em forma de escudo encontrado em Tomio-Maruyama.
O espelho de bronze em forma de escudo encontrado em Tomio-Maruyama.

Sua superfície é descrita como “a maior” de qualquer espelho de bronze encontrado em um sítio arqueológico no Japão.

Na maioria das vezes, os espelhos de bronze do Japão antigo são redondos, mas este é diferente por ter a forma de um escudo.

É por isso que a equipe de pesquisadores o descreve como “uma obra-prima” do período Kofun.

Padrões decorativos são vistos em uma foto de raio-X do espelho de bronze em forma de escudo.
Padrões decorativos são vistos em uma foto de raio-X do espelho de bronze em forma de escudo.

O centro do espelho é levantado na parte de trás, o que permite que ele seja pego.

A seção elevada é cercada por padrões circulares que representam ‘outros mundos’ e os antigos deuses japoneses que se acreditava que os habitavam.

Os arqueólogos disseram que esses desenhos são “idênticos aos padrões inscritos no espelho do período Kofun conhecido como “Daryukyo”.

Por esta razão, o espelho em forma de escudo foi chamado de:

“Espelho de bronze em forma de escudo Daryumon”.

Um escudo mágico era inútil sem uma espada gigantesca

Exibição da espada gigante
Exibição da espada gigante.

A espada gigante mede 2,37 metros (7,77 pés) de comprimento, por 6 cm (2,36 pol) de largura e tem uma lâmina em forma de cobra conhecida como “dakoken”.

Por causa de seu peso, é improvável que ela tenha sido empunhada em batalha como uma arma.

Especula-se que esta enorme espada foi fabricada especificamente para servir como uma arma de guerra espiritual, para uso em batalhas após a morte, onde Oni (demônios) e yurei (fantasmas) se esforçam para capturar a alma viajante.

A espada gigante encontrada no túmulo.
A espada gigante encontrada no túmulo.

Em conclusão, os pesquisadores acham que a enorme espada e escudo eram “cerimoniais” e colocados no túmulo como dispositivos mágicos para afastar entidades malignas e ladrões de túmulos.

E parece ter funcionado bem nesse sentido, pois essa enorme tumba de Kofun nunca foi arrombada em seus 1.600 anos de existência.

Entrando nos Montes Kofun do Japão

Os túmulos Kofun em forma de buraco de fechadura, circulares ou quadrados foram comumente construídos durante o período Kofun, que durou do século III ao VII dC. As tumbas internas às vezes compreendiam poços simples, mas outras eram estruturas complexas compreendendo várias câmaras e corredores decorados com artes e esculturas.

Kofun, no entanto, não eram para todos os que morreram; eles foram reservados para os enterros de líderes poderosos, membros das antigas classes dominantes do Japão e elites sociais.

Os 49 túmulos estão reunidos em dois locais os de Mozu estão em Sakai e o de Furuichi engloba Habikino e Fujiidera.
Os 49 túmulos estão reunidos em dois locais os de Mozu estão em Sakai e o de Furuichi engloba Habikino e Fujiidera.

Uma equipe de cientistas mapeou os alinhamentos e orientações de centenas de antigos túmulos japoneses Kofun em forma de buraco de fechadura. Descobriu-se que não alguns deles, mas todos eles, enfrentam o sol nascente no horizonte leste.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

Porquê o Japão é Chamado de Pais do Sol Nascente

No Japão, a mítica “Pedra da Morte” rachou e liberou um antigo Demônio

Megálitos japoneses criados por gigantes?

O Túmulo de Jesus esta no Japão?



Os pesquisadores disseram que o ato de alinhar sua tumba com o eixo do globo “era um sinal de que você ainda era o número um e uma tentativa de afirmar o poder familiar, mesmo na vida após a morte”.

Espelho em forma de escudo descoberto no túmulo de Tomio Maruyama.
Espelho em forma de escudo descoberto no túmulo de Tomio Maruyama.

Outra maneira de afirmar e manter o poder na vida após a morte era garantir que sua tumba não fosse invadida por ladrões de túmulos.

E acredita-se que esta tenha sido a principal inspiração para enterrar o espelho gigante em forma de escudo de bronze e a espada de ferro.

A área do Kofun onde o escudo e a espada foram encontrados será aberta ao público nos dias 28 e 29 de janeiro. No entanto, o conselho de educação da cidade de Nara disse que o espelho gigante e a espada não serão exibidos, pois serão restaurados durante o ano de 2023.

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos(clique ou toque para abrir)

A Chave dos Mistérios Ocultos
Curiosidades

Deixe um Comentário

Skip to content