Capela de São Roque: Um Santuário da Vida em um Cemitério

Localizado em Nova Orleans, Louisiana, o cemitério de São Roque não parece nada fora do comum, a princípio. No entanto, este local tranquilo é o lar de um dos cenários mais peculiares: O Santuário de São Roque.

O bairro anteriormente conhecido como Faubourg Franklin, tornou-se São Roque em 1867.

Nos tempos de epidemia de febre amarela, o pastor da Igreja da Santíssima Trindade, padre Peter Leonard Thevis rezou para São Roque, para a saúde de seus paroquianos.

Thevis prometeu que construiria uma capela em homenagem a São Roque, se ninguém morresse de epidemia em sua paróquia. Com certeza, ninguém na comunidade morreu da epidemia em mais de uma década.

Isso significava que era hora de fazer sua parte do acordo. Então, logo um santuário e uma capela foram construídos, e São Roque passou a ser um curador e protetor da saúde.

O santuário fica em um prédio de dois cômodos, um dos quais contém um altar e uma estátua de Saint Roth e seu amado cão. A outra sala está repleta de réplicas de partes do corpo.

O santuário fica em um prédio de dois cômodos, um dos quais contém um altar e uma estátua de Saint Roth e seu amado cão. A outra sala está repleta de réplicas de partes do corpo.

Como expressão de gratidão a São Roque pela cura, até hoje, dezenas de partes do corpo estão penduradas nas paredes do santuário; de chaves de perna, braço, olhos de vidro ou placas dentárias.

Independente se a história por trás do lugar é verdadeira ou não, a capela de São Roque é imperdível em Nova Orleans.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Localização: 1725 St Roch Avenue – Nova Orleães, Louisiana, 70117 – Estados Unidos

Comente