Padres católicos poloneses queimam livros de Harry Potter

O grupo católico SMS Heaven Foundation compartilhou no Facebook fotografias de vários livros considerados heréticos, sendo queimados incluindo livros da saga de Harry Potter.

Os responsáveis pela fogueira são membros da Fundação SMS from Heaven

Padres católicos no norte da Polônia queimaram vários livros este fim de semana acusando-os de serem sacrílegos, por irem contra os ensinamentos da Bíblia. Entre essas obras estavam os livros do mundo mágico de JK Rowling.

O grupo evangélico católico SMS Heaven Foundation partilhou no Facebook as fotografias da queima dos livros, que ocorreu na cidade de Koszalin.

Os responsáveis pela fogueira são membros da Fundação SMS from Heaven (Mensagem do Céu), uma organização católica conservadora, justifica o ato ocorrido deste domingo, em Gdansk, no norte da Polônia, como uma ação para combater a magia e falsos ídolos.


A Misteriosa Cruz submersa do Lago Michigan
Sheela-na-gig em igrejas britânicas: As esculturas de mulheres nuas
As surpreendentes igrejas construídas em uma só pedra

A publicação na rede social justifica a queima com citações bíblicas a condenar magia.

Cada uma das nossas palavras ou aproxima os outros de Deus ou os afasta desse relacionamento,”

afirmou o grupo.

A Fundação utiliza as novas tecnologias para transmitir ensinamentos cristãos aos poloneses e colocou domingo, nas redes sociais, fotos do acontecimento.

Nas fotos, vários sacerdotes com a ajuda de crianças, transportam livros e outros objetos para o local da queima.

Nas chamas encontram-se vários livros de renome, como Harry Potter e a Câmara dos Segredos ou Fahrenheit 451, e outros objetos como talismãs, uma máscara africana de madeira, uma estátua de um elefante e um guarda-chuva rosa da Hello Kitty.

Os sacerdotes explicam a queima como um ato de obediência a Deus e enumeram passagens da Bíblia para justificar o sucedido.

As reações à queima de livros foram acesas. Comentários comparando a prática aos tempos medievais ou ao regime nazi encheram a página do Facebook do grupo.

os livros do mundo mágico de JK Rowling

Nunca conheci ninguém que magoaria alguém em nome de Harry Potter, mas em nome da Bíblia, sim”,

escreveu um dos críticos.

Na conta de Facebook da fundação afirmam que

usar horóscopos, astrologia, quiromancia, profecias ou presságios são formas de manifestar o desejo de controlar o tempo, a história e a humanidade e, ao mesmo tempo, o desejo de ter poderes ocultos, e é por isso que essas práticas são contra à reverência e respeito a Deus”.

Padres católicos no norte da Polônia queimaram vários livros

As imagens têm sido alvo de criticas negativas por parte dos internautas onde se compara o acontecimento deste domingo à queima de livros feita pelas autoridades nazis na Praça da Ópera, em Berlim, em 1933.

A Fundação SMS from Heaven foi criada em 2012 por um grupo de religiosos polonês que, segundo o site da organização, tem como objetivo difundir a palavra de Deus e a doutrina da Igreja católica através dos vários meios tecnológicos.

Um dos responsáveis por esta fundação é o sacerdote Rafael Jarosiewicz que, em 2014, lançou o primeiro confessionário móvel que naquele ano percorreu as ruas da Polônia para

socorrer almas”.


Pesquisadores afirmam que a Arca da Aliança está em uma igreja na Etiópia
Jesus mudava de forma de acordo com o texto de 1.200 anos
Incêndio de Notre Dame foi uma previsão de Nostradamus

Esta fundação insere-se na ala conservadora da Igreja polonesa, embora já tivesse sido elogiada várias vezes pela hierarquia católica local, pela forma como utilizam as novas tecnologias a favor da divulgação do Evangelho.

Primeiros compradores da versão portuguesa do último livro da saga Harry Potter
Primeiros compradores da versão portuguesa do último livro da saga Harry Potter

Os livros de Harry Potter são um marco na literatura de ficção e sua autora, JK Rowling, vendeu mais de 500 milhões de cópias no mundo inteiro.

Segundo a BBC, o partido conservador Lei e Justiça, com maioria absoluta no Parlamento polonês desde 2015, é conhecido por defender a influência dos valores católicos tradicionais na sociedade polonesas.

 

Fonte: aqui

Comente