Cientistas confirmam que uma invenção de Tesla de 101 anos pode ter uso moderno.

Cientistas confirmam que uma invenção de Tesla de 101 anos pode ter uso moderno

Nikola Tesla foi aclamado como um dos gênios mais incompreendidos da história. Suas ideias eram tão diversas que muitas não são bem conhecidas até hoje.

Cientistas confirmam que uma invenção de Tesla de 101 anos pode ter uso moderno.

Recentemente, uma equipe de engenheiros confirmou isso, estudando um dispositivo que usa vibrações para bombear combustível ou outros fluidos, descobrindo que ele tem potencial para ser usado 101 anos após sua patente.

Nikola Tesla ganhou a patente do dispositivo que criou em 1920, uma das muitas invenções inovadoras criadas pelo engenheiro e futurista.

Porém, mais de um século depois, os cientistas descobriram que a “Válvula Tesla” não só é mais útil do que se pensava, como também pode ter outras aplicações totalmente novas.

A chamada ‘válvula de Tesla’ é composta por uma série de laços em forma de lágrima unidos em uma fileira:

Ela foi projetado para passar fluido em uma direção, sem usar peças móveis. Este efeito é conseguido graças ao fluxo de correntes por diferentes vias, que permite o movimento do líquido apenas para um dos lados.

Leif Ristroph, professor associado do Courant Institute for Mathematical Sciences da New York University e principal autor do artigo, disse em um comunicado:

É notável que essa invenção de 100 anos ainda não seja totalmente compreendida e possa ser útil em tecnologias modernas de maneiras que ainda não foram consideradas.”

Seção da patente mostrando o projeto da válvula de Tesla.
Seção da patente mostrando o projeto da válvula de Tesla.

Enquanto Tesla é conhecido como um mago das correntes elétricas e circuitos elétricos, seu trabalho menos conhecido para controlar fluxos de fluidos ou correntes estava realmente à frente de seu tempo.

Tesla se referiu ao dispositivo como um “conduto valvular”, embora desde então tenha recebido o nome dele, e é feito de uma série de laços em forma de lágrima unidos em uma fileira.

Ele o criou como uma forma de permitir que os fluidos passem em apenas uma direção, sem a necessidade de peças móveis.

Mas também pode ser usado para outras funções, dizem os pesquisadores…
Patente para a 'Válvula Tesla'.
Patente para a ‘Válvula Tesla’.

Pesquisadores da Universidade de Nova York (NYU) recentemente revisaram um projeto válvula de água unidirecional desenvolvido por Nikola Tesla, e concluíram que ela poderia ser usada para estender a eficácia do motor com frequência vibratória que poderiam ser desperdiçados.

O dispositivo funciona como um “interruptor”:

Apenas quando entra líquido suficiente, ele funciona para resistir aos fluxos que vêm na direção errada.

Múltiplos aplicativos

Os cientistas sugerem que o comportamento pode ser explorado de várias maneiras, incluindo o uso para bombear combustível ou outros fluidos em motores e máquinas.

Representação de uma válvula de Tesla.
Representação de uma válvula de Tesla.

Eles também acreditam que isso pode indicar algo do que Tesla estava tentando alcançar quando estava trabalhando na invenção.

O professor Ristroph disse:

Fundamentalmente, essa ignição vem com a geração de fluxos turbulentos no sentido inverso, que ‘obstruem’ a tubulação com vórtices e correntes perturbadoras. Além disso, a turbulência aparece em taxas de fluxo muito mais baixas do que o observado anteriormente para tubos de formato padrão, até 20 vezes mais lento do que a turbulência convencional em um tubo cilíndrico. Isso mostra o poder que tem de controlar os fluxos, o que poderia ser usado em muitas aplicações”.

Eles também descobriram que a válvula funciona melhor se o líquido não chegar em fluxo constante, mas “pulsando”, com mais ou menos líquido entrando em determinados momentos.

Os pesquisadores estimam que a válvula de Tesla poderia substituir a válvula de retenção mais convencional, que depende de peças móveis que se desgastam e falham após uso prolongado.

O fluxo que sai do outro lado “se torna” um fluxo constante e suave, descobriram os pesquisadores. Essa função é semelhante aos conversores AC-DC que ajudaram a fazer seu nome.



Outras matérias:

Inventor do Motor a Água para Veículos Morre Gritando: Eu fui envenenado!!!

O homem que criou a cura do Câncer, foi chamado de “Charlatão”

Um pigmento azul usado no Egito antigo poderia gerar eletricidade através do calor

A Misteriosa Expedição De Jacques Yves Cousteau À Antártica



Nikola Tesla, à frente de seu tempo

O trabalho realizado por Nikola Tesla no desenvolvimento deste dispositivo foi realmente à frente de seu tempo.

O fluxo de água é visualizado em tons de verde e azul, o que mostra que os fluxos são cada vez mais interrompidos em velocidades mais altas
O fluxo de água é visualizado em tons de verde e azul, o que mostra que os fluxos são cada vez mais interrompidos em velocidades mais altas.

O professor Ristroph disse:

Achamos que era isso que Tesla tinha em mente para o dispositivo, já que ele estava pensando em operações análogas com correntes elétricas. Na verdade, ele é mais famoso por inventar o motor AC e o conversor AC-DC.”

Portanto, todas essas novas descobertas podem ser usadas para permitir que um dispositivo de 100 anos seja usado em equipamentos mais novos, disseram os cientistas.

Ristroph explica:

O dispositivo Tesla é uma alternativa à válvula de retenção convencional, cujas partes móveis tendem a se desgastar com o tempo. E agora sabemos que é muito eficiente na mistura e que poderia ser usado para aproveitar vibrações em motores e máquinas para bombear combustível, refrigerante, lubrificante ou outros gases e líquidos.”

Os resultados da pesquisa foram publicados na revista Nature Communications.

Abaixo está um vídeo informativo de como funciona a ‘válvula de Tesla’.

(Obs: O vídeo está em inglês; porém você pode ativar as legendas em português. (clique aqui e veja como fazer)

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…
Curiosidades

Deixe um Comentário