O norte magnético da Terra pode estar mudando devido a misteriosas “massas” subterrâneas

O norte magnético, depois de estar no Ártico canadense por centenas de anos, começou a se mover rapidamente em direção à região da Sibéria desde o início do século.

O norte magnético da Terra pode estar mudando devido a misteriosas massas subterrâneas

Os cientistas não sabem ao certo por que isso acontece há anos, mas agora uma equipe de pesquisa, liderada pela Universidade de Leeds, Inglaterra, apresentou uma explicação para a mudança incomum.

O que descobrimos é que a posição do Pólo Norte Magnético é controlada por duas massas (áreas de fluxo magnético negativo), uma abaixo do Canadá e outra abaixo da Sibéria. Elas atuam como um efeito de empurrar e puxar que controla a localização do polo”,

disse o Dr. Phil Livermore.



Misteriosas ondas sísmicas viajam pelo mundo sem serem detectadas

Físico afirma ter prova de que vivemos em um universo paralelo

Uma “porta” é descoberta na Antártica, alimentando muitas teorias

O que aconteceria com as religiões se não estivéssemos sozinhos no Universo?

Projeção astral: um modo de comunicação durante o confinamento?



O norte magnético da Terra pode estar mudando devido a misteriosas massas subterrâneas

Essa ‘batalha’ ocorre entre duas massas gigantes que estão escondidas nas profundezas da Terra, na fronteira entre o núcleo e o manto da Terra.

Ambos têm competido entre si, mudando de forma e intensidade magnética.

E, aparentemente, já existe um vencedor:

De 1999 a 2019, enquanto a massa canadense estava enfraquecendo, o siberiano aumentou um pouco sua força e inclinou a balança para o seu lado.

Mudanças no fluxo de material fundido no interior do planeta alteraram aforça das regiões anteriores do fluxo magnético negativo.

Como eles descobriram?

Usando dados de satélites que mediram a forma evolutiva do campo magnético da Terra nos últimos 20 anos, Livermore e seus colegas tentaram modelar a migração do Pólo Norte Magnético.

O polo norte magnético se afastou do Ártico canadense (linha azul sólida) em direção à Sibéria durante o século passado, mas isso acelerou consideravelmente nos últimos 20 anos.
O polo norte magnético se afastou do Ártico canadense (linha azul sólida) em direção à Sibéria durante o século passado, mas isso acelerou consideravelmente nos últimos 20 anos.

Dois anos atrás, quando apresentaram suas idéias pela primeira vez na reunião da União Geofísica Americana, em Washington, DC, sugeriram que poderia haver uma conexão com um jato de material derretido acelerando para o oeste até o núcleo externo.

Mas os campos se ajustaram de maneira complexa e a equipe agora revisou sua avaliação para se alinhar a um regime de fluxo diferente.

Juntas, essas mudanças fizeram o pólo norte magnético viajar para a Sibéria”,

disse Phil Livermore, professor associado de geofísica da Universidade de Leedps, no Reino Unido, e principal autor do estudo.

O norte magnético da Terra pode estar mudando devido a misteriosas massas subterrâneas

Nunca vimos nada assim antes”

O Centro Nacional de Dados Geofísicos dos EUA e o British Geological Survey para lançar uma atualização antecipada de emergência do Modelo Magnético Mundial em 2019.

A pesquisa foi publicada na Nature Geoscience

A Chave dos Mistérios Ocultos

Você já tem a chave, mas terás a coragem de abrir?

Deixe um Comentário