Categorias:

Uma sobrevivente do desabamento do prédio em Miami diz que uma voz sobrenatural salvou sua vida

Muito poucos conhecem a história de Ron DiFrancesco, um trabalhador do World Trade Center em 11 de setembro. DiFrancesco estava no 84º andar da Torre Sul quando o segundo avião caiu.

Ele tentou descer a escada, mas foi forçado a rastejar para evitar um incêndio pesado e uma fumaça densa. É quando ele se lembra de sentir algo agarrar sua mão e guiá-lo com segurança até a saída.

DiFrancesco foi a última pessoa a deixar a Torre Sul antes que ela desabasse.

Especialistas da área afirmam que o que DiFrancesco vivenciou foi o fator terceiro homem, fenômeno que ocorre em situações extremas, sempre em momentos da morte.

Quem a vivencia diz ter a estranha sensação de que um ser invisível intervém em um momento crítico, quando as pessoas estão muito estressadas ou lutando entre a vida e a morte.

As explicações científicas por trás do fator do terceiro homem variam de reações bioquímicas a atividades cerebrais incomuns. No entanto, devido à falta de explicações, alguns dizem que existe claramente uma explicação espiritual.

E agora temos outro caso de uma pessoa que experimentou o fator do terceiro homem.

Anjos da guarda existe

Um prédio em Surfside, Flórida, desabou parcialmente em 24 de junho, deixando pelo menos 24 pessoas mortas e outras 124 desaparecidas.

As equipes de busca e resgate continuam trabalhando nos escombros em Champlain Towers South, mas nenhuma vítima viva foi encontrada desde a manhã do colapso.

Champlain Towers South quando ele desabou.
Equipes de busca e resgate na segunda-feira, 28 de junho, estão trabalhando para recuperar pessoas desaparecidas que estavam nos condomínios Champlain Towers South quando ele desabou … (foto do Washington Post)

E uma das sobreviventes é Maria Iliana Monteagudo, que acabou de se mudar para Surfside. Ela usou todo o dinheiro que tinha após o divórcio, $ 600.000, para comprar seu apartamento número 611.

Fiquei encantada com a vista para o mar e os vizinhos amigáveis. Gostei do apartamento, das boas vistas, de um prédio lindo”,

disse Maria ao jornal The Seattle Times.

Ninguém disse nada de ruim sobre isso para mim. Comprei o apartamento às cegas.”

Mas se um dos muitos pequenos momentos na noite passada em Monteagudo em seu apartamento em Surfside tivesse sido diferente, ela disse que não estaria viva hoje.

Seus cartões de crédito e comprimidos já estavam na bolsa, ela verificou a porta da varanda e acendeu a vela para Virgem de Guadalupe, considerada um símbolo nacional para mexicanos e mexicano-americanos, além de uma importante figura católica.

Ela foi para a cama, mas por volta de 1h da manhã foi acordada pelo que chamou de uma “força misteriosa”.

É como se algo sobrenatural me acordasse”,

lembra Maria.

Maria Iliana Monteagudo
Maria Iliana Monteagudo.

Senti algo estranho e pensei: ‘Ah, esqueci de fechar a porta corrediça da varanda e o vento está fazendo barulho’. Tentei fechar a porta deslizante e senti o prédio se mover. A porta não fechava.”

Então Maria ouviu um estrondo alto. Havia uma linha na parede descendo do teto, com cerca de dois dedos de largura.

Depois, começou a ficar cada vez mais amplo enquanto eu observava”,

Maria continuou a explicar.

Algo me disse, você tem que correr. Você tem que correr imediatamente. Corri para o meu quarto, tirei meu robe e coloquei vestido e sandálias. Corri para a mesa da sala de jantar, peguei minha bolsa e meus cartões de crédito. Peguei a chave, apaguei a vela que acendo todas as noites para Guadalupe de México.”

Maria correu para a escada, descendo rapidamente. Entre o sexto e o quarto andar, ouviu-se um barulho e ela percebeu que o prédio estava desabando.

Maria falou o seguinte:

Tive medo de ser esmagada. Continuei gritando: ‘Deus me ajude, por favor, me ajude. Quero ver meus filhos, quero ver meus netos, quero viver, por favor me ajude, Deus.”



Sugerimos que você veja também:

Geólogo que previu vários terremotos, prevê um mega-terremoto nos últimos dias de Março

Pesquisador que previu o terremoto do Alasca adverte que haverá um cataclismo nas próximas semanas

A profecia da Lua da Neve é ​​cumprida: Um forte terremoto de magnitude 7,8 sacode o Equador e é sentido no Brasil

Fratura na placa tectônica dos EUA pode se tornar epicentro de terremoto



Quando Maria finalmente escapou por uma porta, ela tinha água até os tornozelos e cabos flutuando ao seu redor. Ela correu para um guarda de segurança.

Maria contou que outro sobrevivente gritou:

Mãe, mãe, vamos, isso é um terremoto. E eu disse: ‘Não, não é um terremoto, é o prédio que está caindo.”

Imagem aérea do prédio logo após o desastre.
Imagem aérea do prédio logo após o desastre.

Havia uma parede que precisava ser escalada, depois um abismo com vários metros de largura. O segurança a incentivou a pular.

Mas ele não conseguia pular, então eu vi um pedaço de coluna, coloquei o pé nele, subi e me vi no meio da rua.”

Foi então que Maria deixou o prédio no estacionamento.

A primeira coisa que ela pensou foi em todas as coisas que perdeu:

Fotos do casamento, fotos da primeira comunhão, fotos do aniversário das crianças.

Ela também se lembra de uma mulher de 80 anos que morava do outro lado do corredor e que a recebeu bem quando se mudou, meses atrás.

Perdi tudo, não tenho passado. Mas agradeço a Deus, ainda estou viva. Achei que você estava com seu filho naquele dia. Liguei para a nora dela. Ela desapareceu. Eles não encontraram. Me sinto tão mal. Eu disse a eles que me sentia muito mal. Eu choro muito, me sinto tão culpada. Muitas pessoas sabiam que havia problemas naquele prédio. Este é um desastre que alguém poderia ter interrompido antes de acontecer. Não posso acreditar. Eu simplesmente não consigo acreditar. Não sei o que vai acontecer comigo agora”,

conclui Maria, segurando uma imagem da Virgem de Guadalupe pendurada em um colar, um dos poucos pertences pessoais sobrou.

Sem dúvida, é um novo caso do chamado fator do terceiro homem, que alguns consideram Deus, outros o chamam de energia espiritual ou consciência divina.

Independentemente do nome, se você acredita em algo maior, mais poderoso e mais significativo do que o reino físico, é provável que seja um anjo ou uma entidade de outro plano de existência.

Imagem do prédio logo após o desastre.
Imagem do prédio logo após o desastre.

De acordo com especialistas na área, um dos primeiros sinais de anjo da guarda que você pode experimentar é sentir que nunca está sozinho.

No entanto, embora isso possa parecer um pouco desconcertante, você pode sentir que está sendo observado ou que há uma presença ao seu redor.

Em alguns casos, um anjo da guarda pode apresentar uma presença mais física ou substancial. Depende de quão aberto você está para receber essas mensagens e o que o anjo da guarda quer dizer ou mostrar a você.

Isso pode ser provocado por vozes, flashes de luz ou orbes coloridos flutuantes.

Seja como for, esta é uma forma de chamar a sua atenção. E talvez tenha sido o que aconteceu com Maria Iliana Monteagudo.

O que você amigo(a) leitor(a) acha da experiência de Maria?

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…
Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

<a

Deixe um Comentário