Estudo revela: Depois da morte, você tem a consciência de estar morto!

Vamos tratar do processo biológico que chamamos de morte, e do que ocorre depois que ele acontece.

Vamos tratar do processo biológico que chamamos de morte, e do que ocorre depois que ele acontece

Quando pensamos em nossa mortalidade, a parte mais difícil é não pensar na morte em si, mas no que acontece depois da vida.

A verdade é que estamos saturados de opiniões sobre o assunto.

O que acontece quando deixamos de respirar, os nossos órgãos param de funcionar, o sangue não flui mais e, consequentemente, interrompe-se a atividade cerebral?

Alguns dizem que seremos imediatamente submersos no céu ou no inferno ou que seremos reencarnados. Outros dizem que a morte é o fim de toda a existência.

Mesmo os cristãos, que concordam que Deus julgará cada pessoa, não concordam quando esse suposto julgamento ocorrerá.

Mesmo na comunidade científica há uma controvérsia sobre o que acontece após a morte. Há especialistas que argumentam que não há céu nem além após a morte, então a morte é uma mera ilusão.

Enquanto outros sugerem que a mecânica quântica permite que a consciência continue vivendo após o eventual desaparecimento do corpo.


* Os 7 sintomas que antecedem a morte
* Como se comunicar com um ente querido falecido
* Médico prova nossos entes falecidos nos esperam no momento de nossa morte
* Descoberta antiga necrópole com mensagem da vida após a morte
* Experiências reencarnatórias: Memórias antes da concepção
* Médico descobre o peso da alma: 21 gramas

Mas agora, um cientista reconhecido ofereceu outra possibilidade para o momento da morte, e é quando você morre, sabe que está morto porque o cérebro continua funcionando e você sabe o que está acontecendo ao seu redor.

Nós sabemos que morremos?

Um novo estudo sugere que a consciência de uma pessoa continua a funcionar após o coração parar de bater e os movimentos do corpo falharem.

Quando morre você sabe que morreu, revela estudo de cientista

Sam Parnia, diretor de investigação da Unidade de Cuidados Intensivos e Ressuscitação da Universidade de Nova Iorque, está a investigar exatamente como é que o cérebro morre.

Parnia disse à revista médica “Science Insanity” que as pessoas que sobreviveram à parada cardíaca descreveram mais precisamente o que estava acontecendo ao redor delas depois que seus corações pararam de bater.

Muitas vezes, as pessoas que tiveram estas experiências descrevem-se a flutuar pela sala, conscientes da presença da equipe médica a trabalhar no seu corpo.

Os pacientes dizem ver os médicos e enfermeiras trabalhando e conseguem ouvi suas conversas, coisas que estavam a acontecer, que de outra forma não seriam conhecidas por eles”,

diz Parnia.

Sobreviventes de parada cardíaca sabiam o que estava acontecendo ao redor deles enquanto eles estavam mortos, incluindo o fato de que os médicos estavam tentando salvá-los ou ouvir conversas, antes de serem revividos.

Isso significa que uma pessoa pode até ouvir o seu tempo de morte anunciado pelos médicos, uma vez que eles são essencialmente presos dentro do seu corpo com função cerebral.

Sam Parnia disse que as evidências mostram que as pessoas na primeira fase da morte ainda podem experimentar algum tipo de consciência.

De acordo com Sam Parnia, mesmo depois de a respiração e o batimento cardíaco terem parado, continuamos conscientes de 2 a 20 segundos.

Esse é o tempo durante o qual o córtex cerebral – região responsável pelo pensamento, tomar de decisões, e decifrar a informação recolhida pelos sentidos – pode ficar ativo sem oxigênio.

morte ainda podem experimentar algum tipo de consciência

Durante este período, perdemos todos os reflexos do tronco encefálico, incluindo o maxilar e o pupilar. As ondas cerebrais do córtex tornam-se depois indetectáveis.

Mesmo assim, podem passar horas até que o pensamento seja completamente desligado.

Seu estudo está examinando o que acontece com o cérebro depois que uma pessoa sofre uma parada cardíaca, e se a consciência continua após a morte e por quanto tempo, para melhorar a qualidade da ressuscitação e prevenir lesões cerebrais enquanto “reinicia” o cérebro.

Quanto oxigênio é preciso para reiniciar o cérebro?

Como é que o cérebro é afetado após a RCP(Reanimação Cardiopulmonar)?

Reanimação Cardiopulmonar
Reanimação Cardiopulmonar

Geralmente, quando o coração para de bater, a RCP proporciona cerca de 15% do oxigênio necessário para realizar a função normal do cérebro.

Quanto mais tempo passa, mais células cerebrais continuam a morrer, mas a uma taxa mais lenta.

O que estamos tentando fazer é estudar a mente humana e a consciência no contexto da morte, para perceber se continua depois de termos morrido há algum tempo – e como isso se relaciona com o que está a acontecer dentro do cérebro em tempo real”,

explica Parnia

Da mesma forma que um grupo de pesquisadores pode estar estudando a natureza qualitativa da experiência humana de amor, estamos tentando entender as características exatas que as pessoas experimentam quando passam pela morte, porque entendemos que isso refletirá a experiência universal que todos nós teremos quando morrermos”,

conclui Parnia.

A morte não é o fim… É apenas o começo!

Nosso córtex cerebral é provavelmente ativo 2-20 segundos após a parada cardíaca

A pesquisa do Dr. Parnia demonstra que as experiências de quase morte (EQMs) não são apenas reais, mas que os seres humanos são essencialmente seres espirituais que possuem vida eterna e reencarnam muitas vezes.

Portanto, não seríamos “enviados” para este mundo pela causalidade, nascemos na Terra com um propósito e uma missão específicos.

O mundo espiritual é o verdadeiro lar da alma

Vamos tratar do processo biológico que chamamos de morte

O mundo terreno é, por assim dizer, uma escola visitada durante um período de tempo para treinamento espiritual.

Nós nos reencarnamos de novo e de novo para experimentar a vida a partir de diferentes perspectivas e nos cultivamos em um número infinito de direções.

Também é necessário que fica claro que o ciclo de reencarnação varia de acordo com a alma individual, no entanto, especialistas no campo afirmam que ela tem uma média de uma vez a cada 300 a 400 anos.

Almas de alto grau espiritual são reencarnadas em ciclos mais longos, mas o ciclo de reencarnação é curto para almas de baixo nível espiritual, porque essas almas têm fortes ligações com este mundo.

Toda vez que uma alma é reencarnada na Terra como um ser humano, ela perde todas as memórias do mundo real e as memórias de suas vidas passadas na Terra.

Isso é necessário para recomeçar do zero e adquirir uma nova personalidade. Depois de experimentar a vida na Terra por várias décadas, o corpo físico morre e a alma retorna ao mundo espiritual.

Consequentemente, a morte é apenas o começo de uma nova vida.

Conclusão

Uma parte do sofrimento humano acontece porque as pessoas pensam que só vivem uma vez.

memórias antes da concepção

Mas se você conseguir se tornar plenamente consciente de que a vida presente é apenas um ponto no fluxo eterno do tempo, e que você viveu no passado e viverá novamente no futuro.

Você entenderá que suas vidas futuras dependerão da sua vida atual e também poderá escolher o tipo de vida que vivera no futuro.

O que você acha que acontece depois da morte?
A ciência acabará reconhecendo a reencarnação?
Não hesite em comentar abaixo…

 

Fonte: aqui

Comente