Um fenômeno intrigante em que pêndulos do relógio sincronizam-se

Um fenômeno misterioso em que pêndulos do relógio sincronizam-se

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

Em 1665, o criador do primeiro relógio de pêndulo do mundo, o físico holandês Christiaan Huygens, observou algo incomum. Com dois desses relógios pendurados em uma parede à sua frente, ele descobriu que não importava como os pêndulos se movessem no início, em cerca de 30 minutos eles se sincronizariam e começariam a balançar na direção oposta.
De acordo com os relatórios de Huygens, os dois pêndulos levaram cerca de meia hora para atingir essa sincronização. Huygens descreveu esse estranho fenômeno como “a simpatia de dois relógios.

Durante séculos, os especialistas tentaram encontrar uma explicação lógica para esse fenômeno.

Christiaan Huygens apresentando o relógio de pêndulo para Louis XIV.
Christiaan Huygens apresentando o relógio de pêndulo para Louis XIV.

O matemático Henrique Oliveira, da Universidade de Lisboa, sugeriu há alguns anos que os impulsos sonoros transmitidos de um relógio para outro, por exemplo através da parede em que estão pendurados, poderiam explicar este misterioso fenômeno.

Acontece, porém, que as explicações vindas do próprio criador dos relógios de pêndulo podem ser verdadeiras.

A primeira tentativa formal de explicar o movimento sincronizado dos relógios de pêndulo foi uma análise do matemático holandês Diederik Korteweg em 1906. Novos progressos no estudo desse misterioso fenômeno ocorreram apenas na União Soviética na década de 1980.

Modelo de pendulo cicloidal de Huygens.
Modelo de pendulo cicloidal de Huygens.

Trabalhando no Instituto Mekhanobr no que era então Leningrado, Iliya Izrailevich Blehman recriou o experimento de Huygens usando dois pequenos relógios de pêndulo colocados em uma parede comum.

Todos esses estudos ajudaram a lançar alguma luz sobre o assunto. Os relógios transmitem energia entre si através da haste de acoplamento na forma de vibrações mecânicas.

Os relógios começam a ficar defasados, ou seja, as vibrações exercidas por um relógio de pêndulo na haste de acoplamento são anuladas pelas vibrações exercidas pelo outro.

Relógios de pêndulo
Relógios de pêndulo.
No entanto, muitas perguntas permanecem sem resposta…

Quais são os requisitos “mínimos” para a sincronização automática?

Qualquer par de relógios de pêndulo eventualmente sincronizará, ou apenas alguns tipos?

Mais de dois pêndulos podem ser sincronizados?



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

Sincronicidade: O significado oculto das coincidências

A Terra está girando mais rápido e pela primeira vez, um segundo poderá ser deletado dos relógios

Cientistas descobriram uma maneira totalmente nova de medir o tempo

Astrônomos notaram que os dias da Terra estão aumentando misteriosamente



Em 1595 Galileu Galilei descobre a Lei do Pêndulo, ou seja 2.200 anos depois do aparecimento do primeiro relógio na Judéia.
Em 1595 Galileu Galilei descobre a Lei do Pêndulo, ou seja 2.200 anos depois do aparecimento do primeiro relógio na Judéia.

Foi somente a partir do início deste milênio que os cientistas começaram a abordar esse tópico.

Ao longo dos anos, foi estabelecido que os relógios colocados na mesma mesa de madeira começam a se mover sincronizadamente, perdendo 47 segundos por hora, o que equivale a quase 19 minutos por dia.

No entanto, mesmo o século 21 não nos dá todas as respostas quando se trata desse fenômeno. A maioria dos modelos matemáticos não são completos porque não levam em conta todas as deformações sofridas pela base de madeira na qual os relógios estão pendurados.

Os relógios transmitem energia entre si através da haste de acoplamento na forma de vibrações mecânicas.
O “peso” do relógio de pêndulo armazena e fornece energia para seu funcionamento. Quando o peso é elevado, é fornecida energia potencial gravitacional a ele. À medida que o “peso” desce, a energia potencial gravitacional armazenada é transformada em energia cinética nas engrenagens do relógio.

A pesquisa sobre esta questão também tem uma dimensão prática. Eles também podem lançar luz sobre muitos efeitos de sincronização semelhantes em organismos vivos.

Por exemplo, o corpo humano tem muitos tipos diferentes de ritmos oscilantes, incluindo respiração, batimentos cardíacos, atividade neuronal e perfusão sanguínea.

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos(clique ou toque para abrir)

Luana Seretni
Curiosidades

Deixe um Comentário

Skip to content