O mistério da máscara de platina do Equador – ninguém sabe como ela poderia ter sido criada nos tempos antigos

O mistério da máscara de platina do Equador

Compartilhe esta matéria...
Entre os muitos mistérios históricos que a humanidade tenta desvendar está o extraordinário mistério de uma antiga máscara de platina que se encontra guardada no Museu Etnológico de Berlim, na Alemanha.

Este extraordinário artefato, de La Tolita, no Equador, data de aproximadamente 200 a.C. a 800 a.C.  Sua existência desafia as teorias modernas sobre o avanço tecnológico das civilizações antigas.

O American Bureau of Standards, ao realizar pesquisas sobre a liga da qual a máscara foi feita, descobriu que os nativos americanos, há mais de sete mil anos, tinham conhecimentos metalúrgicos avançados, permitindo-lhes produzir temperaturas de até 9.000 graus Celsius em fornos. Esta é uma informação surpreendente, considerando que tal habilidade estava disponível em um período tão distante, muito antes das eras que consideramos o início do desenvolvimento de tecnologias avançadas.

A platina, que é a base desta máscara extraordinária, é um metal nobre com propriedades únicas. Caracteriza-se por uma cor branca prateada, alta resistência ao fogo e dureza. É também um dos metais mais raros e caros do mundo. Seu uso na antiguidade indica as extraordinárias habilidades e conhecimentos tecnológicos dos povos antigos.

A platina pode ser laminada e soldada quando aquecida e também pode absorver alguns gases.

As propriedades físicas da platina também são impressionantes. Sua densidade é de 21,45 g/dm3 e o ponto de fusão ultrapassa 1769°C. O raio atômico da platina é 0,138nm e o ponto de ebulição atinge 4590°C. Foi desse metal, que exigia enormes temperaturas para ser processado, que foi feita a antiga máscara. O fato de artefatos feitos de platina terem sido descobertos no Equador levanta muitas questões sobre a tecnologia usada pelos antigos americanos.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

Arqueólogos encontram máscara alienígena de 6.000 anos na Bulgária

A misteriosa descoberta de “esferas celestiais” do antigo império Mughal

A descoberta de uma panela de ferro fundido de 300 milhões de anos em Oklahoma



Como conseguiram atingir a temperatura necessária para derreter a platina, se isso só foi conseguido na Europa há dois séculos?

Essa questão ainda permanece em aberto, um mistério que intriga cientistas e pesquisadores até hoje.

A análise destas informações permite concluir que os povos antigos possuíam conhecimentos avançados que lhes permitiam processar metais de difícil acesso e que exigiam condições especiais de trabalho. A presença de uma máscara de platina feita de um metal tão único e valioso indica habilidades metalúrgicas desenvolvidas e um grau potencialmente alto de organização social de civilizações antigas.

Este é um dos muitos mistérios históricos que a humanidade está tentando resolver explorando os segredos das culturas antigas.

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos(clique ou toque para abrir)


Descubra mais sobre A Chave dos Mistérios Ocultos

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

A Chave dos Mistérios Ocultos
Mistérios

Deixe um Comentário