Crânio de metal misterioso encontrado em uma praia dos EUA

As descobertas arqueológicas são empolgantes e ajudam a contribuir para a compreensão dos eventos que ocorreram ao longo de nossa curiosa história.

Essas descobertas ocorrem, deixando os arqueólogos intrigados e imaginando de onde esses elementos vieram e como eles foram formados.

Mas o que acontece quando é descoberto algo que não pode ser explicado?

Chamadas de “la bolas”, as esferas de pedra da Costa Rica estão localizada em Delta Diquís, na Ilha de Caño
Chamadas de “la bolas”, as esferas de pedra da Costa Rica estão localizada em Delta Diquís, na Ilha de Caño

Uma das primeiras descobertas arqueológicas inexplicáveis ​​foi no início dos anos 30, quando os cientistas encontraram numerosas esferas de pedra ao longo do delta do rio Diquís, na Costa Rica.

Acredita-se que as esferas tenham sido esculpidas pela Cultura Diquís, teria desaparecido após a colonização espanhola. Por isso, também são conhecidas como Esferas Diquís.

São mais de 300 esferas dos mais diversos tamanhos. Algumas delas têm poucos centímetros, enquanto que outras pesam mais de 15 toneladas e medem mais de 2 metros de diâmetro.

O material usado para fazer a maioria das esferas é o gabro, que é uma rocha de cor escura originada do resfriamento do magma da composição basáltica.

No entanto, é possível encontrar esferas feitas de calcário e outras de arenito.



Estudante encontram figuras que podem ser da cidade bíblica de Ziclague

A intrigante e misteriosa esfera mágica que apareceu em Atenas

Arqueólogos descobrem outra Esfinge Enterrada no Templo de Kom Ombo

Inscrições Estranhas Encontradas no Misterioso Sarcófago Negro Gigante

Arqueólogos irão abrir um misterioso sarcófago negro apesar das advertências sobre a maldição dos faraós



Todas as esferas variavam em tamanho de centímetros a mais de dois metros e pesando até 16 toneladas. Eles parecem ter sido esculpidos em granito e outros tipos de rochas e acredita-se que datam de 200 aC a 1600 aC.

E a verdade é que, simplesmente olhando para uma foto de como as esferas são, podemos ver como elas são surpreendentes, porque parecem ter uma forma quase perfeita e parecem suaves ao toque.

Algumas teorias sugerem que elas se originaram da Atlântida, que foram criadas pela natureza e que os habitantes nativos usavam tecnologia avançada para moldar rochas.

Este é um exemplo da miríade de mistérios em nosso mundo, mas não é o único. Até hoje ainda existem descobertas inexplicáveis, como a que ocorreu em uma praia nos Estados Unidos…

O crânio misterioso

Seapoint Beach, no Maine, EUA, tornou-se o epicentro do inexplicável após a descoberta do que parecia ser um crânio humano desgastado, dourado e enferrujado, escondido na areia.

Crânio de metal misterioso encontrado na praia dos EUA

No entanto, após uma inspeção mais minuciosa, o Departamento de Polícia de Kittery informou que a descoberta misteriosa não é um crânio humano real, mas é de fato um metal, acrescentando mais mistério à descoberta.

De acordo com o sargento Josh Stewart, que fez uma declaração na quarta-feira, ninguém havia denunciado o crânio à polícia, mas os policiais foram vê-lo depois que um jornalista investigou.

Serena Galleshaw, uma habitante da cidade de Kittery, foi a primeira a encontrar esse crânio de metal.

Como explico à mídia local, ela saiu para passear de bicicleta sozinha ao pôr do sol e foi à praia em Seapoint Beach para descansar por alguns minutos.

Foi então que algo na areia chamou sua atenção e ela se aproximou. E naquele momento ela percebeu que era uma caveira.

Galleshaw disse por alguns momentos que estava bastante preocupada, mas depois que viu a ferrugem, percebeu que era feita de metal e não de um crânio humano real.

Crânio de metal misterioso encontrado na praia dos EUA

Apesar de parecer tão realista, ele também apreciou que o crânio era bastante pesado. A primeira coisa que ela pensou foi que era improvável que o crânio fosse arrastado durante uma tempestade devido ao peso pesado.

Algo chamou minha atenção na arena” ,

disse Galleshaw ao jornal local Portsmouth Herald

Fiquei surpresa ao perceber que era uma caveira. Olhei, me aproximei e vi que parecia enferrujada, então foi quando eu disse: ‘OK, isso deve ser fundido em metal”.

As Teorias

Quando a origem humana é descartada, a questão de sua origem permanece em aberto. Portanto, Galleshaw se perguntou se o crânio talvez fosse colocado lá como uma declaração política, ou mesmo para alertar as pessoas que decidem pular o confinamento.

Muitos estão protestando contra a abertura das praias devido ao medo da propagação do coronavírus. Outras teorias incluem algo que foi feito em uma sala de aula de ciências ou que poderia ser uma decoração de Halloween.

Mas nenhuma dessas hipóteses explica a aparição estranha e repentina naquele local específico. Sem mencionar que a ferrugem mostra que estava na água há muito tempo.

Talvez esta seja uma versão do Maine da ‘Florida Man’, vestida como o Ceifador, protestando contra a reabertura das praias”,

continuou Galleshaw.

Quero dizer, não sei se foi um artista que fez isso, se é de uma sala de ciências ou algum tipo de decoração estranha de Halloween.

Questionado sobre a descoberta, o sargento Stewart reconheceu que é uma caveira de metal e que você pode ver as marcas de uma máquina.

Crânio de metal misterioso encontrado na praia dos EUA

Ele também acrescentou que não havia nada de estranho na descoberta.

Sua resposta estranhamente intrigante nos deixa imaginando que outros tipos de objetos estranhos a polícia encontra; se um crânio de metal for considerado comum.

Essa nova descoberta causou um rebuliço nas redes sociais, onde muitos usuários da Internet também queriam oferecer suas próprias explicações.

Embora o mais impressionante seja o que relaciona o objeto estranho com os crânios de cristal, que estão entre os artefatos mais estranhos e misteriosos do mundo.

Eles são exibidos nos melhores museus; e inspiraram livros, filmes, lendas e espíritos.

Segundo alguns especialistas, eles ainda têm poder sobrenatural. Dizem que têm centenas ou milhares de anos, e possivelmente de origem maia, asteca ou mesmo atlante.

Além da arte do vidro lapidado, muitos acreditam que os crânios têm habilidades especiais, como auxiliar habilidades psíquicas, curar doentes e até ter poder sobre a morte.

Caveira do Destino
Caveira do Destino

A mais misteriosa é a Caveira do Destino que foi encontrada em 1919 pelo britânico Frederick Albert Mitchell Hedge, em Belize, enquanto investigava possíveis vestígios da existência de Atlântida.

Estudos laboratoriais determinaram que ela foi feita a partir de um único bloco de vidro, o que, mesmo com a tecnologia atual, seria algo impossível de realizar. Alguns sugerem se tratar de uma evidência da tecnologia extraterrestre.

Mitchell Hedge acredita que tenha sido desenvolvida pelos maias, durante 150 anos, com trabalho diário e coordenado de geração em geração.

Voltando ao assunto principal…

O departamento de polícia está guardando o crânio por enquanto para ver se alguém o reivindica e, caso ninguém apareça, Galleshaw poderá reventica-lo, se assim o desejar.

Esperamos que alguém em algum lugar saiba alguma coisa sobre essa estranha escultura de metal e se apresente.

E você amigo leitor(a) chuta um palpite sobre qual é a origem deste crânio de metal e seu verdadeiro objetivo?

Será que chegou a hora de dizer:

Salvem a Sara Connor!”

A Chave dos Mistérios Ocultos

Você já tem a chave, mas terás a coragem de abrir?

Deixe um Comentário