Um jornalista avisa que um cometa apocalíptico atingirá a Terra nos próximos 10 a 15 anos.

Um jornalista avisa que um cometa apocalíptico atingirá a Terra nos próximos 10 a 15 anos

Por milhares de anos, os seguidores de Jesus Cristo aguardaram a Segunda Vinda como um tempo de paz e satisfação…

Engenheiros criam um clone de Jesus com inteligência artificial que emite profecias apocalípticas

Mas antes da chegada do Salvador, o povo da Terra passará por grandes provações e calamidades.

De acordo com especialistas na área, Deus deseja que estejamos preparados para enfrentar esses problemas. Ele também espera que estejamos espiritualmente preparados quando o Salvador voltar.

Ao longo dos séculos, Deus revelou esses sinais a seus profetas. Somente aqueles fiéis seguidores de Cristo saberão quais são os sinais e estarão esperando por eles.

E aqueles que sabem antecipar estudarão as escrituras e conhecerão os sinais. Alguns dos sinais que predizem a segunda vinda de Jesus Cristo já foram ou estão sendo cumpridos. Outros serão cumpridos no futuro.

E agora um especialista bíblico encontrou pistas para uma série de ataques de cometas devastadores escondidos no Antigo Testamento, e diz que o próximo ocorrerá em breve.

O destruidor de planetas

David Hareen, um jornalista americano e especialista em interpretação da Bíblia, revelou ao jornal britânico Daily Star que há evidências de que a Terra sofreu muito mais encontros próximos com cometas do que a maioria dos astrônomos acredita, e que um desses cometas retornará dentro de uma década, trazendo o fim do mundo como o conhecemos e dando início à Segunda Vinda de Jesus Cristo à Terra.

Um jornalista avisa que um cometa apocalíptico atingirá a Terra nos próximos 10 a 15 anos.

Hareen baseia sua teoria em seu estudo da Bíblia por toda a vida, dizendo que encontros regulares com cometas causaram muitos dos incidentes mais dramáticos do Velho Testamento, incluindo o Dilúvio, a destruição de Sodoma e Gomorra e as Grandes Pragas do Egito.

Em seu livro intitulado “The High Sign” publicado em 2016, ele detalha as evidências para esses impactos catastróficos e diz que há pelo menos dois visitantes regulares:

Um objeto menor com uma órbita de 54 anos e uma ameaça maior.

E devastador que atravessa a órbita da Terra aproximadamente a cada 2.000 anos. E é esse visitante maior e menos frequente que provavelmente causará o fim dos dias.

Acho que será o cometa do ano 2.000″,

disse Hareen ao Daily Star.

O que a evidência indica estava presente quando Adão e Eva foram expulsos do Éden, por volta de 4.000 aC”.

O jornalista americano afirma que o objeto reapareceu em nossos céus por volta de 2.000 atrás, na época em que Jesus estava na Terra.

O jornalista americano afirma que o objeto reapareceu em nossos céus por volta de 2.000 aC, na época em que Jesus estava na Terra.

Ele não acredita que seja a Estrela de Belém, mas suspeita que ela possa ter causado terremotos e escuridão mundial por três horas após sua crucificação.

E o pior de tudo é que agora ele nos visitará novamente…

O prazo pode chegar em breve, possivelmente nos próximos 10-15 anos”,

continua Hareen.

Jesus disse que ninguém, incluindo ele mesmo, saberia exatamente quando ele voltaria. Este, é claro, seria o último evento, e acabaria com muitos incrédulos deixados para trás para enfrentar o dilúvio final de fogo: os cometas são explosivos, como o evento de Júpiter em 1994 atesta.”

Hareen está convencido de que os cristãos serão “transportados para o céu” pouco antes do grande impacto final.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

Cientistas alertam que um mega cometa de 370 quilômetros de largura se dirige para a Terra

Bíblia de Kolbrin: Manuscrito de 3600 anos que contém uma profecia sobre o surgimento de um “Destruidor Celestial”

O sol revela ao mundo o Cavaleiro Vermelho do apocalipse e agora o cenário é a guerra



Curiosamente, um objeto espacial de 100 quilômetros de largura foi descoberto em junho entrando no Sistema Solar.
Curiosamente, um objeto espacial de 100 quilômetros de largura foi descoberto em junho entrando no Sistema Solar.

Outra explicação que Hareen oferece em seu polêmico livro é que criaturas extraterrestres podem estar presentes nesses cometas e, em alguns casos, serem vistas na Terra quando a cauda do cometa passa pelo nosso planeta.

Ele também menciona a terceira praga que atingiu o Egito, descrita no livro de Êxodo.

A terceira praga foi identificada por alguns tradutores como piolho, por outros como mosquitos”,

enfatiza Hareen.

A palavra hebraica ken é usada na Bíblia apenas para identificar os insetos que geraram esta praga, em nenhum outro lugar.”

Ele especula que os egípcios teriam sido capazes de lidar com quaisquer insetos picadores que eram comuns em sua área geográfica geral, mas que esses insetos sem precedentes poderiam ter vindo das estrelas.

O texto que descreve essa praga afirma que esses insetos surgiram do “pó da terra”.

Cometa de 370 quilômetros de largura se dirige para a Terra

Se essa poeira fosse introduzida no Egito pela cauda de um cometa, os insetos que dela emergem seriam desconhecidos dos egípcios”,

disse o jornalista.

Se fossem piolhos ou mosquitos, as pomadas curativas egípcias teriam sido eficazes. Mas esses unguentos não tiveram efeito sobre os insetos que emergiram da poeira, e alguns egípcios morreram após serem mordidos.”

Esses insetos mortais eram desconhecidos dos egípcios, então é possível que fossem de origem extraterrestre.

Hareen diz que o fato de termos registrado comparativamente poucos ataques de cometas nos últimos séculos não é motivo para ficarmos tranquilos.

Ele cita o devastador incêndio em Wisconsin de 1871, no qual se acredita que milhares de pessoas morreram…

“O corpo principal do fragmento do cometa se chocou contra um dos Grandes Lagos em 7 de outubro de 1871, fragmentos e destroços periféricos, incluindo pequenos pedaços de metano congelado, acetileno e outros produtos químicos altamente inflamáveis, explodiram com o atrito entrando na atmosfera da Terra e começaram o Incêndio em Chicago e dezenas de outros incêndios que ocorreram simultaneamente em Wisconsin e Michigan”,

escreve o pesquisador em seu livro.

Chegada do cometa Bernardinelli-Bernstein

Devemos também notar que a grande maioria dos astrônomos não concorda com a previsão de Hareen.

Mas a verdade é que, se o próximo impacto catastrófico de cometa ocorrer na próxima década, não teremos de esperar muito para ver se ele está certo.

Curiosamente, um objeto espacial de 100 quilômetros de largura foi descoberto em junho entrando no Sistema Solar.

Chamado de Cometa Bernardinelli-Bernstein (com a designação C / 2014 UN271), é bem diferente de qualquer outro visto antes e a estimativa de tamanho enorme é baseada na quantidade de luz solar que reflete.

E o mais perturbador de tudo é que ele terá sua maior aproximação da Terra em 10 ou 15 anos…

O que você amigo(a) leitor(a) acha da previsão de David Hareen?

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos
Catástrofes

Deixe um Comentário