A estranha história do astronauta que desapareceu no espaço e reapareceu décadas depois.

A misteriosa história do astronauta que desapareceu no espaço e reapareceu décadas depois

Existem inúmeras histórias estranhas na internet, muitas delas nos cantos escuros onde muitos nem olham.

De vez em quando, nos deparamos com uma história incrível, completamente bizarra e surpreendente, que parece ser sem dúvida um roteiro de filme de ficção científica, e esta é certamente um deles.

John Smith nasceu em 1941. Filho de uma família com longa tradição militar, sonhava em ser piloto desde a mais tenra infância. O sonho foi realizado com bastante facilidade.

Depois da escola, um menino trabalhador e determinado foi para o colégio militar da Força Aérea dos EUA em 1960 e se formou com notas muito boas.

Logo surgiu a oportunidade de mostrar suas habilidades em combate – o jovem piloto foi enviado para o Vietnã. E não muito tempo, mas recebeu a “Medalha de Serviço no Vietnã”.

É verdade que as fofocas diziam que essa condecoração era concedida a quem tivesse feito pelo menos uma surtida de combate.

Mas John Smith tinha planos mais ambiciosos…

Michael J. Smith astronauta
Michael J. Smith

Voando por dez anos mais de 9 mil horas, ele decidiu solicitar admissão ao destacamento de astronautas.

Tornou-se uma espécie de “limpador” especial. A essência de sua atividade era limpar o espaço próximo à Terra de muitos fragmentos de foguetes, satélites desativados e outros detritos espaciais.

Sem dúvida, ele considerava isso um orgulho, sem contar que gostava de viajar dezenas ao espaço.

No cinturão de radiação

Após o fim do programa lunar Apollo, a administração do presidente Reagan introduziu o programa SOI. Em um futuro muito próximo, foi planejado implantar no espaço próximo à Terra todo um complexo de veículos espaciais projetados para detectar e destruir mísseis balísticos e ogivas de um inimigo em potencial.

Aparentemente, John Smith e seus colegas, entre outras coisas, foram forçados a experimentar meios que poderiam ser usados ​​para trabalhos mais sérios, incluindo a destruição de satélites espiões estrangeiros.

NASA confirma que o objeto misterioso que se aproxima da Terra não é um asteroide

Independentemente disso, Smith no final de outubro de 1973 embarcou em uma nova missão, liderada pelo Pentágono.

Nos primeiros três dias o voo foi normal, mas depois o sistema de manobra e orientação da espaçonave falhou.

Assim, a nave e seu piloto estavam na área dos cinturões de radiação, como se sabe, afeta negativamente não apenas o corpo, mas também a eletrônica.

A NASA tentou salvar o astronauta lançando uma missão de resgate. Mas de repente a conexão com Smith foi quebrada.

Em meio ao caos, ninguém prestou atenção ao fato de que junto com os sinais de Smith, um barulho estranho foi ouvido…

Só então os especialistas, analisando os registros feitos, sugeriram que a fonte desses sons estava em algum lugar próximo à constelação do Triângulo.

Triangulum, o Triângulo, é uma constelação do hemisfério celestial norte.
Triangulum, o Triângulo, é uma constelação do hemisfério celestial norte.

A mesma radiação, altamente ativa durante o voo de Smith, eventualmente começou a desaparecer, depois desapareceu completamente.

Depois do que aconteceu no espaço por alguns dias, todos os técnicos da NASA ficaram em choque.

Rapidamente as autoridades ordenaram rigorosamente a todos os trabalhadores sob ameaça de demissão imediata que esquecessem a tragédia cósmica que havia ocorrido, como se nunca tivesse acontecido.

Nesse caso, o lançamento da espaçonave, pilotada por Smith, foi anotado na documentação simplesmente como uma falha, e o astronauta foi dispensado como resultado de um acidente durante um voo de treinamento.

O pessoal das forças militares e espaciais é uma esfera absolutamente secreta, e ninguém estava preocupado que essa história fosse divulgada.

Poderia ter terminado nisto, se não tivesse havido uma dramática reviravolta nos acontecimentos…

A misteriosa ressurreição

O Curioso Caso De Um Homem Que Se Lembra De Ter Sido Reencarnado 16 Vezes, Inclusive Como Um Alienígena.

Um terremoto abalou a NASA no final de 2000. A nave-satélite americana perdida foi repentinamente descoberta acidentalmente.

Como isso aconteceu?

Um astrônomo amador das Ilhas Fiji registrou um corpo cósmico desconhecido em uma órbita de 480 quilômetros de altura e relatou à agência espacial dos EUA.

Especialistas da agência enviaram seus radares para a área especificada, então vasculharam os arquivos e concluíram que a nave de Smith, uma vez desaparecida… ressurgiu da inexistência.

Embora a espaçonave ainda não tenha respondido aos pedidos de rádio, a NASA decidiu aproveitar o fato de o objeto ter descido a uma altura aceitável e tentou removê-lo da órbita.

No início de 2001, esta operação foi realizada durante o próximo voo do ônibus espacial Endeavour. Fixando a carga no compartimento de transporte, o Endeavour pousou com segurança.

E quando o achado foi descoberto, descobriu -se que Smith ainda estava na nave…

Vivo!

Mas sem consciência, já que a temperatura interna estava próxima do zero absoluto.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

O mistério do ‘astronauta de Solway’

Vídeo mostra alienígenas cooperando com astronautas da ISS

Novas “estruturas” na Lua: A Estação do Guardião?



Quando a temperatura começou a aumentar gradativamente, um dos especialistas detectou que o astronauta parece estar dando sinais de vida.

Especialistas em medicina criogênica pediram ajuda urgentemente. Gradualmente, o astronauta conseguiu reviver. E então descobriu-se que a pessoa que voltou à Terra não era John Smith.

Smith no final de outubro de 1973 embarcou em uma nova missão.

As primeiras suspeitas surgiram depois que médicos da NASA e especialistas de um dos principais hospitais militares dos EUA verificaram a condição do paciente com seu histórico médico. Imediatamente revelou estranhas diferenças.

Por exemplo, muito poucas pessoas sabem que o coração humano na maioria dos casos não está localizado à esquerda, como se acredita, mas praticamente no centro do peito, apenas parcialmente deslocado para a esquerda.

Às vezes há pessoas que têm seus corações desviados para a direita. E tal anomalia, como regra, não leva à deterioração da saúde e do bem-estar.

E Smith tinha o coração assim…
Porém no presente paciente, o coração apresentava um deslocamento habitual para a esquerda!

Além disso, nos registros médicos de Smith, havia sinais de costelas quebradas, sustentadas quando criança. No paciente que chegou do espaço, todas as costelas estavam impecáveis. Ele também tinha várias pintas na pele bastante grandes, no entanto, o astronauta recém-chegado não mostrou nenhuma.

Bem, pode ser, pequenas coisas que ainda podem ser explicadas. Mas aqui estão os dados sobre as capacidades intelectuais do indivíduo em questão.

A história conta que, em outubro de 1973, Smith foi lançado ao espaço em uma missão a bordo de uma nave disfarçada de satélite para não ser detectado enquanto realizava seu misterioso trabalho ultrassecreto

O Smith “original” teve dificuldades com a matemática, e o astronauta que retornou conseguiu calcular raízes cúbicas de 18 dígitos.

Mas há muito mais…

Em particular, verificou-se que no caderno pessoal do astronauta, que é entregue a todos antes do voo, restava apenas metade das 100 folhas.

E de 50 páginas, 24 tinham pequenos símbolos estranhos, não lembrando nem hieróglifos orientais, nem letras ideográficas antigas, nem letras de qualquer alfabeto moderno.

Em geral, os especialistas tinham uma hipótese:

John Smith não retornou à Terra, mas uma espécie de criatura humana que responde a esse nome e substituiu o verdadeiro astronauta.

Este incidente foi cuidadosamente classificado. Mas enquanto as autoridades decidiam o que fazer, o astronauta desapareceu misteriosamente.

A história do astronauta que desapareceu no espaço e reapareceu décadas depois.

Ninguém o viu sair do complexo vigiado…

Os guardas não viram ninguém sair da base protegida da base.

No entanto, o fato permanece:

O caso de John Smith ainda está muito presente na própria NASA. O departamento militar dos EUA não respondeu aos relatos da mídia sobre um astronauta.

Existe a possibilidade de que seja uma simples lenda da internet, mas também é verdade que às vezes a realidade é mais estranha e misteriosa que a ficção.

Então, caro(a) leitor(a), o que você acha do misterioso caso de John Smith?

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

Universo dos Mistérios Ocultos(clique para abrir)

A Chave dos Mistérios Ocultos
Mistérios

Deixe um Comentário