A glândula pineal as visões extradimensionais

A glândula pineal e a pinha: Parte de uma sabedoria alienígena?

Compartilhe esta matéria...
A Glândula Pineal, associada ao antigo símbolo da “pinha”. Pode ter a ver com o poder oculto dos Deuses Antigos (alienígenas?).
A Glândula Pineal é um pequeno órgão do cérebro. Nos tempos antigos, era representado com o misterioso símbolo da pinha ou pinha, aparecendo na arte dos sumérios, egípcios, hindus, gregos, etc.
Glândula pineal no cérebro humano.
Glândula pineal no cérebro humano.

Por esta razão, os chamados “deuses extraterrestres” antigos devem ter conhecimento do oculto poder espiritual, extradimensional e de comunicação desta Glândula Pineal.

Este órgão faz parte do sistema endócrino dos vertebrados. Produz melatonina, substância que regula os padrões de sono e a percepção do ritmo circadiano do dia e da noite.

A Glândula Pineal na simbologia antiga

Segundo especialistas no assunto do misticismo, a Glândula Pineal poderia ser o próprio Terceiro Olho. A glândula, na verdade, tem o mesmo formato de uma pinha.

Ao longo da história humana registrada, as pinhas serviram como uma representação simbólica da Iluminação Humana, do Terceiro Olho e da Glândula Pineal.
Ao longo da história humana registrada, as pinhas serviram como uma representação simbólica da Iluminação Humana, do Terceiro Olho e da Glândula Pineal.

Na arte antiga, o Terceiro Olho é representado por este símbolo. Este abacaxi também personifica a vida eterna e a iluminação ou sabedoria. Muitas civilizações antigas usaram este ícone.

Esse retrato é uma forte indicação do conhecimento desses chamados “alienígenas ancestrais” sobre o acesso ao poder oculto da glândula, enfatizando sua capacidade de expandir a consciência e se comunicar com outras “inteligências”, por assim dizer.

Uma das mais importantes é a arte dos sumérios Anunnaki, que os mostra segurando uma pinha. A imagem também é encontrada em bastões de deuses greco-romanos, como Baco e Dionísio.

Deus sumério Anunnaki(esquerda) - Dionísio(direita)
Deus sumério( Anunnakiesquerda) – Dionísio(direita).Deus sumério Anunnaki(esquerda) – Dionísio(direita).

Um cajado do deus egípcio Osíris também tem uma pinha cercada por duas serpentes. E os assírios mostram um abacaxi que fertiliza a Árvore da Vida. Os templos cambojanos em Angkor Wat são edifícios majestosos e hipnóticos dedicados aos deuses hindus.

Suas imensas torres se assemelham demais a essa simbologia. Deve-se notar que o Vaticano também tem uma gigantesca estátua de uma pinha, é notável que esta estátua esteja ao lado de um templo dedicado a Ísis do Egito.

A pinha de bronze no Vaticano
A pinha de bronze no Vaticano.

Associado ao Olho de Hórus

O Olho de Horus foi criado por Thoth para Horus, que havia perdido o olho esquerdo após várias batalhas com Seth. Este olho criado com poderes divinos tinha propriedades mágicas e poderosas, e simbolizava a energia solar primordial.

Considere o Olho de Hórus — uma representação literal da glândula pineal localizada dentro do cérebro humano.
Considere o Olho de Hórus — uma representação literal da glândula pineal localizada dentro do cérebro humano.

O Olho de Hórus era usado como amuleto no Antigo Egito. Sua iconografia lembra muito a configuração do cérebro visto de lado, com a glândula pineal ao centro.

Este ícone egípcio é também um dos mais proeminentes na simbologia Illuminati.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

Na nota de 1 dólar o que significa o símbolo dos Illuminati?

Hieróglifos encontrados na grande pirâmide de Gizé são semelhantes aos símbolos ‘ovni’ de Roswell

Os textos sumérios revelavam o segredo da vida extraterrestre



A glândula pineal as visões “extradimensionais”

Alguns pesquisadores apontam que esse misterioso órgão, além de secretar melatonina, é responsável por fenômenos que geram visões e sons em nossos sonhos.

Quem já experimentou relata como uma mudança de percepção para outras dimensões ou planos (teria um caráter interdimensional). A Glândula Pineal teria a capacidade de nos permitir perceber outras dimensões do universo.

Um Anunnaki segurando uma pinha
Um Anunnaki segurando uma pinha.

Como vimos através de várias investigações, os antigos deuses poderiam ser considerados alienígenas antigos, principalmente os misteriosos Anunnaki sumérios.

Por isso, além da importância e das inúmeras aparições do símbolo da Glândula Pineal na arte antiga, pode-se concluir que existe um poder oculto naquele órgão, parte de uma sabedoria alheia, como de uma consciência superior ou qualidade interdimensional.

Talvez os humanos antigos pudessem ter coexistido ou se comunicado com os deuses extraterrestres por meio de uma ativação do órgão místico.

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos(clique ou toque para abrir)


Descubra mais sobre A Chave dos Mistérios Ocultos

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

A Chave dos Mistérios Ocultos
Curiosidades

Deixe um Comentário