J0529-4351 O quasar mais luminoso e o buraco negro de crescimento mais rápido do Universo

O objeto mais brilhante do Universo foi descoberto

Compartilhe esta matéria...
Os quasares há muito fascinam os astrônomos com sua extraordinária energia e brilho. São núcleos galácticos ativos, no centro dos quais existe um buraco negro supermassivo. O disco de acreção de poeira e gases ao redor gira a uma velocidade enorme, causando numerosas colisões entre partículas de matéria.

Isso faz com que os quasares brilhem com uma intensidade difícil de comparar com qualquer outro fenômeno do Universo. No entanto, mesmo dentro desta impressionante classe de objetos astronômicos, certos quasares se destacam. Um exemplo é o quasar descoberto por uma equipe liderada por Christian Wolf, da Australian National University, que se revelou o objeto mais brilhante conhecido no Universo.

Esta imagem mostra a região do céu onde está situado o quasar recordista J0529-4351. Usando o Very Large Telescope do ESO ( VLT ), no Chile.
Esta imagem mostra a região do céu onde está situado o quasar recordista J0529-4351. Usando o Very Large Telescope do ESO ( VLT ), no Chile.

A luz deste quasar fenomenal, designado J0529-4351, levou 12 mil milhões de anos a chegar à Terra, provando a sua enorme distância. Este objeto é 500 trilhões de vezes mais brilhante que o Sol, o que o torna único mesmo entre outros quasares. Christian Wolf compara-o a uma célula de tempestade gigante com temperatura de 10.000 graus Celsius, o que enfatiza ainda mais suas propriedades extremas.

O buraco negro supermassivo no centro deste quasar consome matéria a uma taxa inimaginável — todos os dias a sua massa aumenta mais do que a massa do nosso Sol, o que significa um “apetite” anual para cerca de 413 sóis. Isto torna-o no buraco negro de crescimento mais rápido observado, pesando atualmente aproximadamente 17 milhões de vezes a massa solar.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

Algo sai de um buraco negro pela primeira vez

O planeta Terra poderia estar dentro de um buraco negro?

Cerca de 10.000 buracos negros gigantescos podem estar “por todos os lados”, revela estudo

Renomado físico afirma que buracos negros são portas para universos paralelos, e que nós vivemos em um deles



Tais propriedades sugerem que o quasar J0529-4351 pode conter outros registros. Um deles pode ser um disco de acreção excepcionalmente grande, com até sete anos-luz de diâmetro. Isto faz com que todo o Sistema Solar pareça uma pequena partícula de poeira comparado a este quasar.

Os quasares estão extremamente distantes e, portanto, com um alto desvio para o vermelho, o que significa que estão se afastando de nós a velocidades enormes. A descoberta de um objeto como J0529-4351 foi possível graças aos dados coletados pela espaçonave Gaia da Agência Espacial Europeia e às observações feitas usando o Observatório Siding Spring e o Very Large Telescope no Chile.

Apesar das tecnologias avançadas, ainda é possível que existam quasares ainda mais brilhantes que o J0529-4351 no espaço. Christian Wolf enfatiza que o recorde pode ser quebrado, e modelos avançados de aprendizado de máquina, embora às vezes tenham dificuldade em identificar objetos únicos, são cruciais na busca e análise de fenômenos cósmicos.

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos(clique ou toque para abrir)


Descubra mais sobre A Chave dos Mistérios Ocultos

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

A Chave dos Mistérios Ocultos
Notícias

Deixe um Comentário