ESTRANHAS MASSAS ORGÂNICAS SÃO DETECTADAS SE MOVENDO NA SUPERFÍCIE DE TITÃ, LUA DE SATURNO

Estranhas massas orgânicas são detectadas se movendo na superfície de Titã, lua de Saturno

Compartilhe esta matéria...
A detecção de uma série de massas orgânicas flutuando e se movendo na superfície de titã (lua de saturno) confundiu os cientistas. Esses corpos orgânicos se movem nos vastos oceanos de hidrocarbonetos líquidos do satélite de saturno.
De acordo com pesquisas recentes, os pontos brilhantes que aparecem e desaparecem na lua de saturno, titã, têm uma explicação aparentemente simples: são fragmentos flutuantes de material orgânico congelado.

Ilhas mágicas

Nestas imagens obtidas pela Cassini em 2013, é possível ver uma estranha estrutura semelhante a uma ilha num dos mares de hidrocarbonetos de Titã, que parecia mudar ao longo do tempo (série de imagens à esquerda). Os campos de bolhas podem ser uma possível explicação para estas “ilhas fantasmas”. A investigação determinou que se trata de massas orgânicas flutuantes em movimento.
Nestas imagens obtidas pela Cassini em 2013, é possível ver uma estranha estrutura semelhante a uma ilha num dos mares de hidrocarbonetos de Titã, que parecia mudar ao longo do tempo (série de imagens à esquerda). Os campos de bolhas podem ser uma possível explicação para estas “ilhas fantasmas”. A investigação determinou que se trata de massas orgânicas flutuantes em movimento.

A lua de saturno, titã, pode ser conhecida por seus lagos de metano, mas também tem alguns pontos brilhantes misteriosos (também chamados de ilhas “mágicas”) acima dos lagos que vão e vêm, sem explicação conhecida. No entanto, um novo estudo, publicado a 4 de janeiro na revista geophysical research letters, propõe uma explicação surpreendentemente simples para as ilhas mágicas; dizendo que são pedaços flutuantes de material orgânico congelado.

Xinting yu, cientista planetário da universidade do texas em san antonio, disse em comunicado:

“Eu queria investigar se as ilhas mágicas poderiam realmente ser matéria orgânica flutuando na superfície, como pedra-pomes que pode flutuar na água aqui na terra antes de eventualmente afundar.”

Titã é um lugar particularmente estranho no sistema solar, com um “ciclo do metano” um tanto análogo ao ciclo da água na terra. Em vez de oceanos de água líquida, existem lagos plácidos de metano líquido, cujas ondas medem apenas alguns milímetros. Em vez de ter uma atmosfera de oxigênio, titã está repleta de nuvens nebulosas de moléculas orgânicas.

Explicação das “ilhas mágicas”

Yu se perguntou o que aconteceria se pedaços daquela névoa atmosférica caíssem nos lagos.

Representação artística da paisagem de Titã apresentando uma atmosfera nebulosa, dunas escuras e lagos e mares espelhados que lembram os da Terra. Em relação a estes corpos de hidrocarbonetos líquidos, novas pesquisas sugerem que o aparecimento de “ilhas mágicas” pode ser causado por sólidos orgânicos flutuantes.
Representação artística da paisagem de Titã apresentando uma atmosfera nebulosa, dunas escuras e lagos e mares espelhados que lembram os da Terra. Em relação a estes corpos de hidrocarbonetos líquidos, novas pesquisas sugerem que o aparecimento de “ilhas mágicas” pode ser causado por sólidos orgânicos flutuantes.

Eles flutuariam ou afundariam, ou talvez até flutuariam por um tempo antes de finalmente sucumbirem ao líquido, como ilhas mágicas?

Yu disse:

“Para que possamos ver as ilhas mágicas, elas não podem simplesmente flutuar por um segundo e depois afundar. Eles têm que flutuar por um tempo, mas não para sempre.”

Os pesquisadores usaram cálculos de física e química para determinar o que acontece com as partículas quando atingem o lago e, se não afundarem, por quanto tempo permaneceriam à tona. Eles descobriram que os aglomerados sólidos não se dissolviam nos lagos. Mas também seriam pesados ​​demais para flutuar, isto é, a menos que fossem extremamente porosos, cheios de buracos como as pedras-pomes que Yu imaginou.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

NASA descobre uma enorme estrutura na lua de Saturno que não deveria estar lá

Estudo da NASA revela fonte de energia vital em Encélado

O incidente de Fobos quando algo “atacou” uma sonda enviada à lua marciana

NASA pode estar em apuros: A missão espacial da China prova que eles nunca foram à lua



 

Resumo do destino de produtos orgânicos simples e complexos na superfície de Titã (imagem de fundo AI gerada por X. Yu usando Midjourney).
Resumo do destino de produtos orgânicos simples e complexos na superfície de Titã (imagem de fundo AI gerada por X. Yu usando Midjourney).

Os pesquisadores descobriram que se os aglomerados fossem grandes o suficiente e tivessem buracos suficientes, eles flutuariam até que o metano penetrasse lentamente e os arrastasse para baixo. Estas condições replicaram o comportamento das ilhas mágicas. Para atingir a massa crítica necessária para permanecer à tona, os aglomerados poderiam primeiro formar-se na costa, com pedaços a partir-se e a flutuar em direção ao “mar” como os glaciares da terra, sugeriu a equipe.

Parece que as ilhas não são tão mágicas:

Apenas uma versão desconhecida dos mesmos fenômenos planetários que conhecemos no nosso mundo natal.

Os resultados da pesquisa foram publicados na

geophysical research letters.

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos(clique ou toque para abrir)


Descubra mais sobre A Chave dos Mistérios Ocultos

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

A Chave dos Mistérios Ocultos
Notícias

Deixe um Comentário