Uma das falhas geológicas mais perigosas do planeta foi ativada

Dois fortes terremotos de magnitude 4,7 e 5,7 foram apresentados no final de setembro em Istambul, com uma diferença de apenas dois dias.
Como resultado, a falha da Anatólia do Norte foi ativada, uma das estruturas geológicas mais perigosas do mundo.

Uma das falhas geológicas mais perigosas do planeta foi ativada

A falha da Anatólia do Norte separa as placas tectônicas da Eurásia e da Anatólia a uma distância de mais de 1000 quilômetros do leste da Anatólia, ao longo da costa turca do Mar Negro e através do Mar de Mármara até o Egeu do Norte.

Desde o início do século 20, fortes terremotos com magnitude superior a 7 mataram mais de 20.000 pessoas nesta área. A área sob o mar de Mármara, ao sul de Istambul, é investigada há anos por vários geólogos, que alertaram que essa “fronteira” geológica poderia causar um terremoto devastador, mais cedo ou mais tarde.

Segundo um relatório do jornal alemão Spiegel, especialistas alertaram que os 15 milhões de habitantes da cidade de Istambul estão em risco.

Uma tensão tectônica considerável, que se acumula ao longo da falha da Anatólia do Norte, foi a fonte do último grande terremoto que atingiu o noroeste da Turquia há 20 anos; o terremoto de Izmit, de magnitude 7,4, levando a vida de mais de 17.000 pessoas em 1999.


Fratura na placa tectônica dos EUA pode se tornar epicentro de terremoto

Geólogo que previu vários terremotos, prevê um mega-terremoto nos últimos dias de Março

Pesquisador que previu o terremoto do Alasca adverte que haverá um cataclismo nas próximas semanas

A profecia da Lua da Neve é ​​cumprida: Um forte terremoto de magnitude 7,8 sacode o Equador e é sentido no Brasil


Possível colisão de placas

a falha da Anatólia do Norte foi ativada

Pesquisadores do Centro Alemão de Pesquisa em Geociências (GFZ), juntamente com colegas da França e da Turquia, estão investigando medidas do fundo do mar. Seu estudo, publicado em julho na revista Nature, verica o risco de um terremoto iminente perto de Istambul.

Segundo especialistas, a tensão tectônica da falha é ainda maior do que em 1999. Acontece que, em vez de divergirem umas das outras, as placas da Eurásia e da Anatólia colidem.

Os pesquisadores alertam que o resultado dessa colisão pode ser um terremoto de magnitude entre 7,1 e 7,4.

No entanto, os especialistas ainda não conseguem prever quando e como as placas serão liberadas de sua posição atual.

Comente