Todo o universo é inteligente, cada pensamento nosso está conectado com mundos distantes

Todo o universo é inteligente, cada pensamento nosso está conectado com mundos distantes

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

O que é consciência?

Como funciona?

Por que e como pensamos?

Recentemente, o físico Stuart Hameroff, do Centro de Pesquisa da Consciência da Universidade do Arizona, apresentou uma teoria revolucionária que é tão convincente e bonita que realmente parece resolver o “mistério dos milênios”.

O chamado colapso quântico ocorre no cérebro; um fenômeno incrivelmente complexo – e, como resultado, nasce um pensamento.

Mas então o cérebro acaba sendo uma espécie de análogo do Universo?

Um computador quântico criado pela natureza, capaz de se conectar mentalmente com qualquer ponto do universo e com qualquer civilização, mesmo nos arredores da Galáxia.

A ciência e a filosofia atacaram o problema da consciência por dois lados. A ciência procurava um portador material do pensamento, por exemplo, um neurônio. Descobriu-se que quando o cérebro morre, a consciência também desaparece.

A qualidade e a natureza de nossos pensamentos individuais e coletivos afeta diretamente a noosfera e cria a qualidade de nosso ambiente: A biosfera.
A qualidade e a natureza de nossos pensamentos individuais e coletivos afeta diretamente a noosfera e cria a qualidade de nosso ambiente: A biosfera.

A filosofia separou o “pensamento” do cérebro e o representou como um éter cheio de conhecimento (Vladimir Vernadsky e sua noosfera), ou como uma “aura” em torno da cabeça de uma pessoa.

Mas os experimentos com médiuns não deram um resultado claro:

Às vezes os médiuns mostraram efeitos surpreendentes, mas muitas vezes não podiam fazer nada, e muitos também acabaram sendo mágicos.

E todo esse tempo, estranhamente, a mecânica quântica permaneceu à margem. É estranho – afinal, é ela que opera com “consciência” desde o início.

Vamos dar uma olhada nisso.

A mecânica quântica surgiu no início do século XX. Ao contrário da teoria da relatividade, que foi criada por uma pessoa, Albert Einstein, esta é uma criação coletiva.

Apesar de sua “estranheza”, ela se tornou instantânea e para sempre a base da física, porque explica com incrível precisão o que está acontecendo ao nosso redor.

A noosfera é a esfera planetária da mente ou camada de pensamento do planeta Terra.
A noosfera é a esfera planetária da mente ou camada de pensamento do planeta Terra.

A mecânica quântica diz que normalmente a matéria e a energia estão em um estado indefinido. Assim, a luz é tanto uma onda quanto um conjunto de partículas (fótons).

Mas assim que o observador (humano) intervém, a matéria é “determinada”: a luz, por exemplo, torna-se uma onda ou uma partícula, dependendo do que se “espera” dela.

Este é o colapso da função de onda…

Pesquisadores radicais dizem que o mundo não existe até que olhemos para ele. Outros afirmam que o mundo inteiro está cheio de consciência e é um “observador”, assim tudo têm consciência; desde de um animal até uma flor, um rio e até uma pedra.

Apesar da estranheza óbvia, o colapso da função de onda é fácil de ver na experiência, o que é mostrado até mesmo em salas de aula de física avançada.

Então não há dúvida…

Mas o que há com a consciência que se funde ao universo?

Por que o observador é tão importante?

O físico e matemático Roger Penrose, de Oxford, membro da Royal Society de Londres, foi o primeiro a suspeitar que a consciência tem uma natureza quântica.

Roger Penrose e Stuart Hameroff
Roger Penrose e Stuart Hameroff

Hameroff trabalha com Penrose há 30 anos e quer entender exatamente como isso funciona.

O fato é que a teoria quântica da consciência é um pouco acientífica, e permite a telepatia, a leitura da mente, a comunicação com o carvalho antigo e os espíritos dos ancestrais, ou seja, tudo o que os místicos sempre falam.

E isso de alguma forma não é bom, porque se existe coisas tão incríveis, e preciso explicá-las cientificamente!

E aqui está o que ele fez:

Penrose percebeu que cada partícula do universo é apenas uma curvatura no espaço-tempo de Einstein. Quando tal curvatura ou “bolha” estoura, ocorre o colapso quântico e a consciência emerge.

Mas em seu modelo, a consciência nasceu como que espontaneamente e não poderia dar origem ao significado e à memória.

O universo estava claramente “pensando”:

Primeiro sobre uma coisa, depois sobre outra.
Cada pensamento nosso está conectado com mundos distantes?
Cada pensamento nosso está conectado com mundos distantes?

Hameroff sugeriu que os neurônios do cérebro organizassem essas bolhas de espaço tempo para que formassem algo como música. Esta música contém pensamento, memória, informação.

A hipótese de Hameroff foi recebida com ceticismo:

Os computadores quânticos que existem hoje operam em temperaturas ultrabaixas em um ambiente estéril…

As transições quânticas podem ocorrer dentro de um cérebro quente e úmido?



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

Neurocientista propõe nova teoria: A consciência é criada por ondas eletromagnéticas

Estudo revela: Depois da morte, você tem a consciência de estar morto!

O incrível dispositivo de cura vibracional estudado por Nikola Tesla

A cura de seu corpo está em seu pensamento!



A própria luz é consciência…

Costumava-se pensar que um observador consciente “força” a matéria a tomar uma decisão.

Agora está claro que o oposto é verdadeiro:

A transição quântica, ao contrário, gera consciência.
Todo o universo é inteligente?
Todo o universo é inteligente?

“As tradições antigas caracterizavam a consciência como luz. Figuras religiosas eram frequentemente representadas com “halos” ou auras brilhantes. Divindades hindus – com pele azul luminosa. Em muitas culturas, aqueles que “despertaram para a verdade” são “iluminados”,

escreve Hameroff em seu último artigo.

Hameroff apresentou um detalhamento completo de como isso funciona no nível de fótons, átomos, moléculas e neurônios, quais reações químicas e substâncias estão envolvidas na “criação” da consciência.

Sinais do universo

A conclusão mais importante decorre de sua teoria:

A consciência precedeu a vida.

“A ciência e a filosofia convencionais sugerem que a consciência surgiu em algum ponto da evolução, talvez tão recentemente quanto o advento do cérebro e do sistema nervoso. Mas as tradições espirituais orientais, o pampsiquismo e a teoria da redução objetiva de Roger Penrose sugerem que a consciência precedeu a vida”,

escreve Hameroff.

A consciência precedeu a vida?
A consciência precedeu a vida?

Hameroff descreve em detalhes o universo inicial, preenchido com a luz do Big Bang – o universo era então uma mega mente. Mas então a substância ficou turva e um período de inconsciência se instalou.

Quando terminou, começaram a aparecer moléculas complexas. Com a ajuda deles, o Universo começou a “pensar” com mais clareza e precisão.

Assim, todo o universo é consciente porque a consciência segue diretamente da mecânica quântica e da relatividade.

O homem é “mais consciente” do que a pedra apenas porque os neurônios do cérebro são um ambiente mais conveniente para a transição quântica do que a estrutura cristalina das fibras de pedra ou madeira, mas o homem definitivamente não é o único, e certamente não é também o primeiro ser pensante.

Só de pensar em algo, ativamos uma transição quântica que nos conecta a qualquer ponto do Universo e a qualquer mente complexa que exista em qualquer lugar.

Somos todos uma só mente com a natureza, por isso respeite todos os seres vivos, pois todos são você, assim como você é todos…

Nós todos somos o Universo!

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

O Mundo dos Mistérios Ocultos(clique para abrir)

A Chave dos Mistérios Ocultos
Mistérios da Vida

Deixe um Comentário