Textos ocultos encontrados em manuscritos no Mar Morto

Quatro fragmentos de manuscritos do Mar Morto, alojados na Biblioteca John Rylands da Universidade de Manchester, no Reino Unido, que antes eram considerados vazios, na verdade contêm texto.

Embora parte do texto recém-encontrado esteja muito desbotado, os pesquisadores conseguiram decifrar a palavra Shabat (ou sábado) em um dos fragmentos mais longos, contendo quatro linhas de texto com 15 a 16 letras.

Os pesquisadores agora esperam dar uma olhada em outros fragmentos “em branco” na esperança de descobrir mais informações sobre esses objetos valiosos.

Ao contrário dos casos recentes de falsificações que deveriam ser fragmentos dos Manuscritos do Mar Morto, todos esses pedacinhos foram desenterrados em escavações em cavernas de Qumran, e nunca passaram pelo mercado de antiguidades.

O achado

Textos ocultos encontrados em manuscritos no Mar Morto

A investigação recente analisou os 51 manuscritos que o governo jordaniano deu para a Universidade de Leeds, no Reino Unido para análise química porque eles deveriam estar em branco.

No entanto, como novas pesquisas mostram, que os manuscritos realmente trazem algum texto escrito.

Olhando para um dos fragmentos com uma lupa, a professora Joan Taylor, historiadora e arqueóloga do cristianismo no King’s College London, pensou ter visto

uma pequena e desbotada, letra hebraica, a letra hebraica ‘L'”,

disse ela em uma declaração.

Francamente, já que todos esses fragmentos deveriam estar em branco… Eu também pensei que poderia estar imaginando coisas.”

Depois de capturar essas faixas, os 51 fragmentos foram digitalizados usando técnicas de imagem multiespectral, revelando que pelo menos quatro têm texto hebraico-aramaico legível escrito em tinta à base de carbono.

Textos ocultos encontrados em manuscritos no Mar Morto

O estudo também revelou linhas pautadas e pequenos vestígios de letras em outros fragmentos.

Os Manuscritos do Mar Morto incluem cerca de 950 manuscritos antigos datados de carbono entre o século III aC. e o século I aC.

Foram descobertos pela primeira vez durante as décadas de 1940 e 1950 nas cavernas de Qumran, perto das margens do Mar Morto, na Cisjordânia.

Textos ocultos encontrados em manuscritos no Mar Morto

Entre eles estão alguns dos textos judaico-cristãos mais antigos do mundo, que fornecem aos pesquisadores uma fonte incomparável para estudar a história do povo judeu nos tempos antigos, juntamente com as origens do cristianismo e do islamismo.

Então se você gostou da matéria:

Compartilhe…

E se tem uma opinião, não se acanhe:

Comente…

A Chave dos Mistérios Ocultos

Você já tem a chave, mas terás a coragem de abrir?

Comente