O rover Curiosity da NASA detecta os restos de uma torre em Marte

O rover Curiosity da NASA detecta os restos de uma torre em Marte

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

O rover Curiosity da NASA detectou estranhas formações rochosas no Planeta Vermelho estranhamente semelhantes aos restos do que poderia ser uma torre.

A imagem em questão da misteriosa formação foi compartilhada no Twitter no mês passado pelo Instituto SETI, a organização dedicada à busca por inteligência extraterrestre.

A foto, tirada em 15 de maio, foi capturada por uma das câmeras do rover e enviada de volta à Terra.

À primeira vista, as estranhas formações verticais parecem quase orgânicas, como se fossem feitas de madeira. O fato de a foto ter sido compartilhada pelo Instituto SETI também gerou todo tipo de especulação e sua verdadeira origem.

No entanto, devido ao rebuliço causado no twitter, o Instituto SETI foi obrigado a oferecer uma explicação, descartando que sua origem fosse extraterrestre.

Escusado será dizer, porém, que isso não impediu que os rumores continuassem.

“Aqui está outra pedra legal na Cratera Gale em Marte”,

escreveu a organização SETI em um tweet.

“Os picos são provavelmente os recheios cimentados de fraturas antigas em uma rocha sedimentar. O resto da rocha era feito de um material mais macio e erodido.”

A explicação oficial

Segundo a NASA, a erosão é um fenômeno bem documentado em que superfícies sólidas são desgastadas por processos naturais.

Você pode ver a imagem original no site da NASA clicando ou tocando aqui.

Aqui na Terra, a erosão pode ser causada por vários processos, incluindo chuva, água corrente, gelo e vento. Marte não tem água corrente, mas tem muito vento.

Imagem d rover Curiosity da NASA dos supostos restos de uma torre em Marte.
Imagem d rover Curiosity da NASA dos supostos restos de uma torre em Marte.

Os cientistas documentaram anteriormente como os ventos erosivos no Planeta Vermelho criaram formações naturais, como sistemas de vales, porque o material de superfície mal cimentado é facilmente levado pelo vento.

A erosão também pode criar estruturas menores e mais complexas.

Mas parece que deve haver algo estranho em Marte, já que nos últimos meses estão aparecendo objetos estranhos que vão além da simples pareidolia, e exigem uma explicação mais elaborada.

Por exemplo, no início deste ano, a NASA compartilhou uma foto de outra anomalia peculiar semelhante a uma flor.

O estranho objeto, também fotografado pelo rover Curiosity e publicado em 9 de março.

O objeto em questão parece uma pequena flor.
O objeto em questão parece uma pequena flor.

Você pode ver a imagem original no site da NASA clicando ou tocando aqui.

Nesse caso, a NASA disse que era uma formação que foi criada quando os minerais foram depositados na rocha existente pela água que se infiltrou em rachaduras em algum momento do passado.

Isso formou uma estrutura dura que permanece mesmo se a rocha externa se erodir.

“Embora fosse uma grande descoberta se a rocha realmente fosse uma antiga flor marciana fossilizada, existem explicações menos espetaculares e atualmente preferidas para sua estrutura incomum”,

disse a agência espacial dos EUA em uma publicação.

Evidências extraterrestres?

Mas tudo não termina aqui…

No mês passado, o popular ufólogo Scott C. Waring descobriu uma estrutura semelhante a uma entrada na superfície marciana muito semelhante às das tumbas egípcias aqui na Terra.(clique ou toque aqui para ler a matéria)

Esta é uma porta em Marte ou é apenas uma ilusão?
Esta é uma porta em Marte ou é apenas uma ilusão?

E a descoberta viralizou nas redes sociais, onde inúmeros internautas afirmaram que as imagens são provas irrefutáveis ​​da existência de vida extraterrestre antiga em Marte.

Mas, novamente, a NASA disse que não era uma porta alienígena, que várias pistas deixam claro que o que a imagem mostra não é uma porta real.

Aparentemente, seria menos de 1 metro de altura. A explicação é que a curiosa estrutura é causada pela erosão. Camadas rochosas chamadas estratos podem ser vistas na rocha, mergulhando para a esquerda e mais altas para a direita.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

As visões misteriosas de Marte no chão e no céu

As misteriosas pedras com um “olho” na superfície de Marte

O Perseverance grava um som de ‘arranhão agudo’ misterioso em Marte

O rover Perseverance acha um misterioso objeto azul em Marte e a NASA não consegue identificá-lo

O Rover Perseverance fotografa um pássaro voando em Marte



Eles foram depositados há cerca de 4 bilhões de anos em condições sedimentares, possivelmente em um rio ou em uma duna levada pelo vento.

Os ventos marcianos erodiram os estratos desde que foram expostos na superfície, e as imagens até mostram vestígios deles dentro do “portão”.

Mais uma explicação para as misteriosas anomalias que estão surgindo no planeta vermelho.

Ultimamente, a NASA está tendo muito trabalho em relação a esse tipo de descoberta, embora veremos por quanto tempo eles podem esconder a verdade:

A presença extraterrestre em Marte.

O que você amigo(a) leitor(a) acha da nova anomalia marciana?

Mais uma evidência de vida extraterrestre inteligente em Marte?

Ou uma formação natural feita pela erosão?

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

O Mundo dos Mistérios Ocultos(clique para abrir)

A Chave dos Mistérios Ocultos
Mistérios

Deixe um Comentário