O mistério da mulher que chora lágrimas de vidro e os médicos não sabem explicar

O mundo da medicina evolui quase diariamente. Novas vacinas e tratamentos são desenvolvidos a um ritmo incrível, e milhões de pessoas foram tratadas com sucesso em todo o mundo para todos os tipos de doenças.

No entanto, de tempos em tempos, aparece um mistério médico que confunde a comunidade científica.

O homem que sobreviveu a uma queda de 150 metros. A bebê colombiana nasce com irmã dentro da própria barriga. A criança que não envelhece.

Esses casos nos mostram que o mundo da medicina está cheio de surpreendentes singularidades, recuperações milagrosas e mistérios não resolvidos.

Para alguns, são um testemunho da resistência humana, e os chamados mistérios médicos nos lembram o quanto precisamos aprender sobre o corpo e a mente.

Mas para outros, “milagres” a explicação vai além do que podemos entender. Muitos de nós já ouvimos a estranha condição médica de chorar pequenas pedras em vez de lágrimas, mas mais raros são aqueles que choram lágrimas “cristalinas”.

E foi o que aconteceu na Armênia, onde os médicos estão investigando o estranho e misterioso caso de uma mulher que chora “lágrimas de vidro”.

Lágrimas de vidro
Satenik Kazaryan mora na Armênia e nenhum médico do país consegue dar um diagnóstico
Satenik Kazaryan mora na Armênia e nenhum médico do país consegue dar um diagnóstico

Uma jovem de 22 anos está intrigando médicos de um país inteiro:

Ela chora lágrimas de cristais e afirma que a condição é “insuportável”.

Satenik Kazaryan mora na Armênia mais especificamente na vila Spandaryan na e um grupo de médicos está investigando o caso dela. Ela lembra até como tudo começou.

Estava no dentista e senti algo que parecia uma poeira nos meus olhos”,

afirmou ela em entrevista ao site canal de televisão armênio Mir24.tv.


Milagre? Como o tumor cerebral de um padre desaparece logo antes de ser operado

O mistério da mulher que revive depois de ficar congelada por 6 horas

Japão aprova experimentos híbridos entre humanos e animais usando células-tronco

Aparelho auditivo com tecnologia AI monitora sua saúde e traduz 27 idiomas


Ela conta que a presença dos cristais

machuca muito a vista”.

Satenik Kazaryan, 22 anos, chora até 50 lágrimas afiadas todos os dias , e diz que sua condição é agonizante e tornou sua vida um inferno.

Eu estava no dentista e parecia que havia poeira nos meus olhos”,

disse Kazaryan.

Dói. Fui ao oftalmologista e eles tiraram alguns cristais dos meus olhos.”

mulher chora lágrimas de cristal e intriga médicos

A princípio, os medicamentos pareciam ajudá-la, mas agora as lágrimas de vidro estão se tornando mais frequentes, segundo o canal de televisão armênio Mir24.tv.

Na primeira vez que removemos o cristal achamos que era um vidro que caiu lá”,

disse sua mãe.

Mas a dor não parou e continuamos a tirar mais e mais cristais de seus olhos. Então a levamos ao médico. A princípio eles não acreditaram em nós, ninguém aqui viu algo assim antes.

Um médico até disse para ela sair, acreditando que ele estava fingindo sua condição, mas agora eles sabem que lágrimas de vidro são naturais.

Todos os médicos estão em choque”,

segundo sua mãe.

Satenik Kazaryan mora na Armênia

Especialistas enviaram os cristais para análise, mas até agora não há diagnóstico.

O vice-ministro da Saúde da Armênia, Oganes Arutyunyan, disse que o caso da mulher está sendo estudado.

Eles não encontraram nada sobre esta doença e não sabem como tratá-la. Eles nem o diagnosticaram.

Veja uma pequena reportagem(em armênio), sobre a jovem:

Os médicos queriam levá-la para o exterior, para exames mais completos, mas como a família é pobre, essa ideia foi dificultada.

Casos como esses podem ocorrer por diferentes motivos, como doenças genéticas e inflamatórias, que causam um aumento da densidade das lágrimas.

Organizamos mais uma reunião com Satenik, a fim de coletar mais informações e, em seguida, tentaremos descobrir o que está acontecendo com o paciente”,

disse Arutyunyan.

Por seu lado, a oftalmologista russa Tatyana Shilova explicou ao canal de televisão REN TV que a condição é muito incomum, mas não única.

Em certas situações, doenças genéticas ou inflamatórias dos olhos, mas também do corpo em geral, podem ocorrer alterações na composição das lágrimas.

nenhum médico do país consegue dar um diagnóstico para seu problema

Se a concentração de sal aumentar, isso poderá acelerar a cristalização. Proteínas nas lágrimas também podem aumentar sua densidade. Ele alertou que as lágrimas de vidro podem ser um sinal de outros problemas.

Essa patologia raramente ocorre, então os médicos podem ter dificuldade em identificar as causas”,

explicou Shilova.

Em uma lágrima existem proteínas, gorduras, microelementos, tem uma certa composição iônica.

Os cristais aparecem não apenas do lado da membrana mucosa do olho, eles podem se formar no fígado, rins e se estabelecer como sais nos órgãos. Isso é perigoso e requer investigação.

Satenik Kazaryan mora na Armênia e nenhum médico do país consegue dar um diagnóstico para seu problema

Como Shilova ressalta, não é a primeira vez que um caso semelhante ocorre. Em 2015, uma professora de enfermagem brasileira sofreu a mesma condição.

Laura Ponce, que teve lágrimas de vidro quando tinha apenas 15 anos, agora expulsa cerca de 30 lágrimas brancas por dia dos olhos.

Todos esses casos nos mostram que os mistérios estão além do que nos rodeia, mesmo dentro de nós mesmos. E é que o ser humano é um mistério em si.

Por que duas mulheres em diferentes partes do mundo têm a mesma condição estranha?

Comente