O Evangelho da Infância de Tomé, um texto apócrifo de origem gnóstica, era popular, mas considerado herético pela Igreja primitiva.

Descoberta incrível lança luz sobre a infância de Jesus

Compartilhe esta matéria...
Um fragmento de papiro recentemente decifrado é o exemplo mais antigo do Evangelho da Infância de Jesus de Tomé.

Embora Jesus de Nazaré seja uma das figuras mais influentes que provavelmente já existiu, teólogos e estudiosos sabem surpreendentemente pouco sobre sua infância. O Evangelho de Lucas menciona uma mudança para Jerusalém quando Jesus tinha 12 anos, mas quaisquer outros detalhes sobre os primeiros anos desta figura cristã são difíceis de encontrar.

Claro, isso não significa que não existam histórias.

Embora a Bíblia represente o cânone bíblico da fé cristã, existem muitas outras histórias conhecidas como apócrifas, que vão desde textos com possível historicidade até o que é provavelmente algum tipo de fanfic religiosa. Escondido entre esta coleção de apócrifos, um fragmento de papiro originário do Egito, conhecido pelo número de inventário “P.Hamb.Graec”, passou despercebido durante décadas na Biblioteca Estadual e Universitária Carl von Ossietzky, em Hamburgo.

Papiro do século IV contendo o Evangelho da Infância de Tomé. - Crédito: Biblioteca Estadual e Universitária de Hamburgo.
Papiro do século IV contendo o Evangelho da Infância de Tomé. – Crédito: Biblioteca Estadual e Universitária de Hamburgo.

Analisando esse fragmento, que mede aproximadamente quatro por cinco centímetros e contém apenas 13 linhas de grego (com cerca de 10 letras por linha), os papirologistas Lajos Berkes, do Instituto de Cristianismo e Antiguidade da Universidade Humboldt de Berlim, e Gabriel Nocchi Macedo, do Instituto Universidade de Liège, na Bélgica, descobriram que é na verdade o exemplo mais antigo do Evangelho da Infância de Tomé, um livro apócrifo que foi popular durante a Antiguidade e a Idade Média.

“Foi pensado para fazer parte de um documento cotidiano, como uma carta particular ou uma lista de compras, porque a caligrafia parecia um tanto desajeitada. Primeiro notamos a palavra Jesus no texto. Então, comparando-o com vários outros papiros digitalizados, deciframo-lo letra por letra e rapidamente percebemos que não poderia ser um documento cotidiano,”

disse Berkes em comunicado à imprensa.

Documento estava perdido em uma biblioteca na Alemanha, mas análises descobriram se tratar de um papiro que conta trecho da infância de Jesus.
Documento estava perdido em uma biblioteca na Alemanha, mas análises descobriram se tratar de um papiro que conta trecho da infância de Jesus.

Até esta descoberta, um códice do século XI era a versão mais antiga do Evangelho de Tomé. Mas este fragmento avança essa data para algum momento entre o século IV ou V dC – embora se acredite que o texto original tenha sido escrito por volta do século II dC. Os dois papirologistas teorizam que o fragmento foi provavelmente um exercício de escrita em alguma escola ou mosteiro, uma vez que a caligrafia e a construção dos traços são particularmente desleixadas.



Sugerimos a leitura das seguintes matérias

O ‘irmão esquecido’ de Jesus redescoberto enquanto a história de Cristo é reescrita

‘Cidade da Bíblia Perdida’ descoberta após ‘anéis gigantes’ vistos em imagem do google earth

Tablet de 3.000 anos prova que um rei bíblico era real



O texto em si é o início de uma história chamada “a vivificação dos pardais”, onde, como seu segundo milagre, Jesus molda pardais de barro perto de um rio caudaloso.

“O fragmento é de extraordinário interesse para pesquisa, por um lado, porque conseguimos datá-lo entre os séculos IV e V, tornando-o no exemplar mais antigo que se conhece. Por outro lado, porque conseguimos obter novas perspectivas sobre a transmissão do texto.”

disse Berkes.

Os resultados do estudo foram publicados na

revista Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik.

Deixe sua opinião nos Comentários!
E compartilhe com seus amigos…

Convidamos você a nos seguir em nossa página no Facebook, para ficar por dentro de todas as novidades que publicamos:

A Chave dos Mistérios Ocultos(clique ou toque para abrir)


Descubra mais sobre A Chave dos Mistérios Ocultos

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Andressa Dal Paz Balbinot
Mistérios da Vida

Deixe um Comentário