Um novo estudo prova a existência da Terra Oca

Um novo estudo prova a existência da Terra Oca

Desde tempos imemoriais, as pessoas acreditam que existe um outro mundo logo abaixo da superfície do nosso planeta. Para algumas culturas, é um lugar escuro cheio de almas dos mortos.
Um novo estudo prova a existência da Terra Oca
Desde pelo menos o século XVIII que a comunidade científica rejeita esta noção.

Mas a maioria dessas primeiras crenças eram de origem metafórica ou mitológica.

A comunidade científica afirma que a Terra é uma série ininterrupta de camadas, crostas e magma líquido em torno de um núcleo denso e quente feito principalmente de ferro e níquel.

Mas nem todo mundo está convencido…

No século 17, algumas das principais mentes científicas da época surgiram com uma nova teoria:

Que o planeta está realmente vazio.

Essa ideia provou ser incrivelmente durável. Ainda hoje, existe um pequeno grupo dos chamados crentes da Terra Oca que tentam espalhar suas ideias por meio de livros, sites, conferências e viagens extremamente ambiciosas.

No entanto, o que se pensava serem simplesmente mitos e lendas pode ser completamente real.

Os cientistas confirmaram que enormes fragmentos de um mundo alienígena podem estar nas profundezas da superfície do nosso planeta.

Um mundo estranho e misterioso

Um estudo identificou fragmentos de rocha sob a crosta terrestre que possivelmente pertenceram a Theia, um planeta do tamanho de Marte que se acredita ter colidido com nossa mancha azul clara há bilhões de anos.

De fato, quanto mais profundas as origens das amostras de rocha, mais pesados ​​são os isótopos de oxigênio, em comparação com os da Terra, descobriram os pesquisadores.
De fato, quanto mais profundas as origens das amostras de rocha, mais pesados ​​são os isótopos de oxigênio, em comparação com os da Terra, descobriram os pesquisadores.

Acredita-se que o poderoso impacto tenha criado a Lua, e os destroços do acidente podem estar nas profundezas do manto do nosso planeta.

Pesquisadores da Arizona State University usaram ondas sísmicas para rastrear o tamanho das estranhas bolhas, conhecidas como Large Low Shear Velocity Provinces (LLSVPs).

Duas das massas gigantescas foram estudadas:

Uma enterrada sob a África e a outra sob o Oceano Pacífico.

Elas têm centenas de quilômetros de altura e milhares de quilômetros de largura, localizados perto do núcleo metálico de nosso planeta.

O autor do estudo, Qian Yuan, diz que as manchas

se espalham pelo núcleo da Terra como fones de ouvido”.

São mais densos e quimicamente diferentes da rocha que os rodeia, sugerindo que originalmente não faziam parte do nosso planeta.

O manto de Theia era mais denso que o da Terra, de acordo com Yuan, o que pode ter permitido que ele se acumulasse próximo ao núcleo do nosso planeta após o impacto.

O manto de Theia pode ser inerentemente mais denso que o da Terra”,

explicou Yuan na semana passada na Conferência de Ciência Lunar e Planetária.

Isso permite que os materiais do manto de Theia afundem no manto mais baixo da Terra e se acumulem em pilhas termoquímicas que podem causar LLSVPs observados sismicamente.”



Confira mais:

Os cientistas descobriram fragmentos de outro mundo dentro da terra

Uma misteriosa “estrutura” fotografada na cratera Aristarchus na lua

Rover Yutu 2 da China encontra um “objeto incomum” do outro lado da lua

O cosmonauta russo compartilha um vídeo afirmando que a Lua é um holograma



Os especialistas acreditam há muito tempo que um planeta do tamanho de Marte colidiu com a Terra há cerca de 4,5 bilhões de anos.

Acredita-se que o planeta impactado, conhecido como Theia, tenha se fundido com a Terra, o que significa que partes dele deveriam existir no manto hoje.

As trocas químicas após essa fusão violenta podem ter criado as condições para a vida em nosso planeta. Outra teoria é que a colisão lançou vastas nuvens de material que a gravidade posteriormente aglutinou para formar a lua.

A análise de rochas lunares sugeriu que nosso satélite rochoso poderia ser na verdade uma combinação de pedaços da Terra e de Theia.

A ideia de que os LLSVPs são, na verdade, remanescentes de Theia já existe há anos, mas o novo estudo apresenta as evidências mais convincentes até o momento.

O estudo revela que as assinaturas químicas associadas ao LLSVP são pelo menos tão antigas quanto o impacto de Theia.

Embora não seja uma evidência conclusiva ligando-os a um antigo mundo alienígena, certamente mostra que a teoria é plausível.

Essa ideia maluca é pelo menos possível”,

explicou Yuan, um candidato a doutorado na Arizona State University.

Será que uma colisão com a qual levou ao aparecimento da lua?
Será que uma colisão com a qual levou ao aparecimento da lua?

As descobertas estão atualmente sob revisão, antes da futura publicação na revista científica Geophysical Research Letters. Mas o que está claro é que este novo estudo prova de uma vez por todas que a Terra Oca existe.

E a verdade é que existe uma comunidade crescente de pessoas convencidas de que existe uma outra civilização nas profundezas da Terra, onde habita uma raça de alienígenas.

Eles até dizem que os OVNIs vêm de dentro da Terra, enviados de tribos altamente evoluídas para seguir nossa evolução.

No entanto, um dos relatos mais polêmicos sobre os habitantes do interior da Terra é o publicado em 1945 pela revista Amazing Stories.

Ele contava a história de Richard Shaver, que afirmava ter sido levado por uma civilização secreta. Embora poucos realmente acreditassem na história e muitos dissessem que Shaver tinha problemas mentais, ele sempre insistiu que sua história era verdadeira.

Ele argumentou que a raça mais velha, ou titãs, veio para este planeta de outro sistema solar no passado pré-histórico.

Depois de viver na superfície por um tempo, eles perceberam que o sol os estava envelhecendo prematuramente, então eles escaparam para o subsolo, construindo enormes complexos subterrâneos para viver.

Terra oca é uma hipótese que propõe que o planeta Terra possua um interior vazio e habitável.
Terra oca é uma hipótese que propõe que o planeta Terra possua um interior vazio e habitável.

Finalmente, eles decidiram procurar um novo lar em um novo planeta, evacuando a Terra e deixando para trás suas cidades subterrâneas povoadas por seres mutantes.

Apesar da enorme popularidade do mistério Shaver, a localização da entrada para este mundo subterrâneo nunca foi revelada.

Mas 76 anos depois, sua surpreendente história parece coincidir com o novo estudo, que revela que existem rochas de outro planeta dentro do nosso planeta.

E você amigo(a) leitor(a) acredita nessa teoria?

Onde estão as entradas para a Terra Oca?

Deixe sua opinião nos Comentários…
Compartilhe com seus amigos…
A Chave dos Mistérios Ocultos
Mistérios

Deixe um Comentário