O asteroide 99942

2029: O Apophis passará tão perto da Terra que poderá “destruir satélites”

O asteroide Apophis “passou perto” da Terra e os cientistas alertam que seu retorno em 2029 pode resultar em uma colisão com satélites terrestres.
Um asteroide pode destruir satélites
Imagem representativa.

Não, não atingiu a Terra, mas ameaça atingi-la nas próximas décadas. O asteroide 99942 Apophis se aproximou da Terra, como eles haviam previsto, em uma distância de 16.852.369 km

Mas em 13 de abril de 2029, tudo indica a distância caíra para 31.200 quilômetros, “perto” o suficiente para vê-lo sem um telescópio no hemisfério sul devido ao seu tamanho de quase 400 metros de largura.

As novas observações feitas na primeira semana de março permitiram definir um pouco melhor a órbita do Apophis e agora permitem ao SAC sugerir que na sexta-feira, 13 de abril de 2029, ele passará a apenas 31.643 quilômetros da superfície terrestre, que é, perto da órbita da televisão e dos satélites meteorológicos.

Partes da África e da Europa ocidental, o Apophis aparecerá como uma estrela aparente se movendo no céu noturno, algo semelhante há como vemos os satélites, mas será impressionante saber que é uma enorme rocha espacial realmente estará passando perto da Terra”,

explicou Eddie Irizarry, vice-presidente do SAC.

Estima-se que Apophis esteja passando por cerca de 10% da distância Terra-Lua em 2029.



Confira mais:

NASA alerta para a chegada iminente de um enorme asteroide potencialmente perigoso

Asteroide que acabou com os dinossauros também pode ter enviado seus ossos para a lua

Cientistas americanos contradizem a NASA e alertam sobre o impacto de um asteroide apocalíptico a qualquer momento



Embora possíveis riscos de impacto tenham sido detectados inicialmente durante futuras passagens de fechamento nos anos 2029, 2036 e 2068, observações recentes, incluindo aquelas feitas esta semana, descartaram o risco de colisão durante essas abordagens.

O asteroide 99942
Imagem Representativa.

Cálculos feitos em 2016 praticamente descartaram a probabilidade de um impacto em 2068, com apenas 1 em 150.000 probabilidade de impacto, ou uma probabilidade de 99,99933% de que o asteroide não impactasse na Terra.

Agora, após os novos estudos, as chances de impacto passam para 1 em 380.000. É uma chance de 99,99974% de que o asteroide não bata na Terra em 2068.

De acordo com a NASA, aquele dia

parecerá um raio de luz se movendo de leste para oeste sobre a Austrália“.

Depois, vai cruzar o Oceano Índico, vai cruzar o Equador sobre a África e o Atlântico, quando terá seu momento de maior aproximação.

Deixe sua opinião nos Comentários…
Compartilhe com seus amigos…
A Chave dos Mistérios Ocultos
Notícias

Deixe um Comentário