Iceberg

Um iceberg gigante do tamanho de Londres acaba de ser desalojado da Antártica

Seu tamanho é estimado em 1.270 quilômetros quadrados. Ele quebrou as plataformas de gelo da Antártica e a direção que pode tomar é desconhecida.
Iceberg
Seu tamanho é estimado em 1.270 quilômetros quadrados. Ele quebrou as plataformas de gelo da Antártica e a direção que pode tomar é desconhecida.

Acabaram de ser divulgadas notícias de que um iceberg gigante do tamanho de Londres acaba de se desprender da Antártica. Isso acontece depois que uma rachadura é detectada na superfície polar.

O iceberg é do tamanho da área metropolitana de Londres…

Isso foi apontado pelos pesquisadores do British Antarctic Survey (BAS), instituição britânica encarregada de pesquisas na Antártica. A rachadura que a originou cresceu muito rápido, a uma velocidade de 1 quilômetro por dia.

O bloco de gelo tem espessura média de 150 quilômetros. Já foi detectado por satélites, confirmando que seu tamanho é muito grande. Isso é um problema, pois sua trajetória não pode ser prevista.

Quando esses blocos de gelo são tão grandes, é impossível prever sua rota. Seu peso altera as correntes da água e não o contrário. Além disso, sua baixa temperatura também altera a maneira como flutuam nos mares.

Mais pedaços gigantes de gelo podem se quebrar?

É uma das preocupações dos especialistas no estudo dos polos. Acontece que o desprendimento de um bloco de gelo tão grande pode enfraquecer toda a plataforma de gelo polar.

Se isso acontecer, então será o início de uma fragmentação polar. Não se sabe ao certo o que pode acontecer. Por enquanto, a preocupação imediata é saber o que vai passar o enorme iceberg que flutua no mar.

Os primeiros sinais mostram que o grande iceberg se move lentamente. A questão é que, sendo tão grande, leva muito tempo para derreter. Além disso, sua mera presença altera os ecossistemas e as temperaturas marinhas.

Infelizmente, nos últimos tempos, essas gigantes fragmentações polares ocorreram. Um sinal de que a situação polar está piorando.

Sem dúvida, é hora de agirmos nesta terrível situação.

O aumento das temperaturas no planeta causa esses eventos

Não há dúvida de que isso acontece devido aos efeitos das mudanças climáticas. As temperaturas nos polos aumentaram muito nos últimos tempos. É assim que os polos gradualmente começaram a derreter.

A situação descrita acima é bastante séria. Por exemplo, acredita-se que o Ártico poderá derreter em 23 anos. Isso traria um aumento descontrolado do nível do mar.

Muitas ilhas ficariam debaixo d’água.

O que fazer com essa situação?

É algo complexo de responder. Nesse caso, a humanidade precisa parar de perturbar o equilíbrio da Terra. O aumento da temperatura global tem consequências muito negativas.

Deixe sua opinião nos Comentários…
Compartilhe com seus amigos…

Deixe um Comentário