Cientistas confirmam que nós temos um sexto sentido sintonizado no campo magnético da Terra

Todos nós tivemos a sensação de saber que algo iria acontecer pouco antes de acontecer.
Nós os chamamos de sentimentos viscerais ou de sexto sentido.

Senso magnético nos seres humanos

A Spiritual Science Research Foundation descreve o sexto sentido como a capacidade de perceber a dimensão sutil ou o reino espiritual.

Também inclui nossa capacidade de entender as relações sutis de causa e efeito por trás de muitos eventos, que estão além da nossa compreensão.

A percepção extra-sensorial, clarividência, premonição, intuição são sinônimo de sexto sentido.

Mas a questão é:
Sexto sentido existe?

O campo magnético do sexto sentido da Terra

Uma das melhores evidências do que é real encontra-se no terrível acidente de avião da equipe brasileira de futebol Chapecoense ocorreu na Colômbia em 2016.

Ivan Tozzo, vice-presidente da Chapecoense, teve que acompanhar a equipe até a final da Copa Sul-Americana. Mas antes do avião decolar, Tozzo teve uma sensação estranha.

Ele decidiu não viajar, sem saber por quê…

E essa decisão salvou sua vida…

Este é apenas um dos casos sobre o sexto sentido que ocorre diariamente.

Até mesmo a ciência tem investigado o sexto sentido, descartando constantemente qualquer possibilidade de as pessoas terem uma capacidade além do entendimento humano.

E esta sempre foi a posição da comunidade científica, até agora.


* Milagre? Como o tumor cerebral de um padre desaparece logo antes de ser operado
* Mistério e Magia! Um amigo oculto pode estar ao seu lado
* Os 7 sintomas que antecedem a morte
* Alta freqüência! O perigoso sinal 5G

De acordo com um novo estudo, os humanos têm um sexto sentido que está sintonizado no campo magnético da Terra.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) descobriram que as pessoas têm um

senso magnético”

semelhante ao dos animais.

Embora as aves, os insetos e alguns mamíferos, como as baleias e os cachorros, sejam capazes de detectar o campo magnético da Terra, usado como uma espécie de ‘mapa’ por esses animais, a ciência sempre negou essa capacidade aos humanos.

as aves, os insetos e alguns mamíferos, como as baleias e os cachorros

No entanto, o geólogo Joe Kirschvink do Instituto de Tecnologia da Califórnia, destacou ter identificado o que ele chamou de:

Magneto percepção”

Senso magnético nos seres humanos.

Essa bússola natural é construída em nosso cérebro e pode ter ajudado nossos ancestrais a navegar sem se perder.

Os pesquisadores descobriram o sexto sentido através de uma série de experimentos em que mais de 30 voluntários foram expostos a campos magnéticos móveis da força terrestre.

Apesar do trabalho não ser avaliado como prova definitiva pela ciência, o geólogo já recebeu 900 mil dólares de financiamento para provar a existência de um sexto sentido magnético nos seres humanos.

Os estudos foram feitos em laboratórios do Japão e da Nova Zelândia.

As gravações elétricas do cérebro mostraram uma resposta sutil que parecia estar sintonizada com o campo magnético do hemisfério norte, onde o experimento foi realizado.

Estimulação geomagnética artificial causou uma queda na atividade cerebral das ondas alfa que é conhecida por indicar processamento sensorial.

O ponto é que os seres humanos podem sentir o campo magnético da Terra, assim como nas aves migratórias e nas tartarugas marinhas.

O campo magnético do sexto sentido da Terra - Cientistas confirmam que os humanos têm um sexto sentido sintonizado no campo magnético da Terra

No entanto, nenhum dos participantes foi capaz de dizer quando eles estavam sujeitos a alterações nos campos magnéticos.

Nossos resultados indicam que os cérebros humanos são eles mesmos seletivamente coleta e processamento do campo magnético receptores de entrada direcionais,”

escreveu Dr. Joseph Kirschvink o estudo publicado na revista científica Express.

Porém, especialistas sugerem que o campo magnético da Terra pode desencadear reações quânticas nas proteínas conhecidas como cryptochromes.

Encontrada nas retinas de aves e cachorros, acadêmicos suspeitam que ela possa transmitir informação magnética ao cérebro. Eles também conjecturaram a possibilidade de células receptoras no corpo humano conter um mineral de ferro magnético conhecido como magnetite, que se posiciona de acordo com o campo magnético.

Estes levam a uma resposta do cérebro que é seletiva para a direção do campo e de rotação com um padrão de atividade neuronal que é grupo nível mensurável e repetível em indivíduos que respondem fortemente.”

sexto sentido sintonizado no campo magnético da Terra

Para o experimento, cada voluntário sentou-se em uma cadeira de madeira não condutora dentro de uma

gaiola de Faraday”

que bloqueava os campos eletromagnéticos interferentes.

Dentro da câmara, a corrente elétrica fluía através de bobinas de arame para imitar o campo magnético da Terra. O desenho permitido para girar a direção do campo.

A atividade das ondas cerebrais foi medida por meio de registros de eletroencefalograma (EEG) usando eletrodos ligados ao couro cabeludo.

O trabalho de Kirschvink, cuja finalidade foi investigar a relação das células receptoras com o magnetismo terrestre, se limitou a tentar provar que os indivíduos têm a capacidade de detectar o fenômeno.

Como o sentido magnético funciona permanece um mistério, mas os cientistas acreditam que ele pode envolver pequenos cristais de ferro nas células.

Os pesquisadores concluíram que, dada a presença conhecida dos sistemas altamente evoluídos navegação geomagnético em todo o reino animal, talvez não seja surpreendente que nós mantemos pelo menos alguns componentes funcionais, especialmente tendo em conta o estilo de vida nômade de caçadores-coletores do nossos antepassados antepassados não muito ​​distantes.

Sabia-se que havia

percepção magnética”

em várias espécies do reino animal, a capacidade de detectar o campo magnético da Terra para se orientar direcionalmente durante uma viagem ou migração.

Cientistas confirmam que os humanos têm um sexto sentido sintonizado no campo magnético da Terra

No entanto, essa habilidade estranha nunca foi confirmada em humanos.

Mas este novo estudo não só mostra que os seres humanos têm essa capacidade, mas também o sexto sentido é muito real, juntamente com a percepção extra-sensorial, clarividência, premonição ou intuição.

Embora também deva ser dito que as implicações de tal estudo são numerosas e podem se estender além da magneto-percepção puramente como uma forma de sentido direcional em relação ao campo magnético natural da Terra.

Por anos, tem havido algumas evidências de que alguns indivíduos podem ter hipersensibilidade a campos eletromagnéticos, que incluem WIFI e outras fontes comuns de radiação em casa.

Mas a comunidade científica tem sido cética em relação a tal condição.

Espera-se que estudos como esse, junto com pesquisas futuras sobre a natureza e prevalência do sexto sentido, acabem mostrando que os seres humanos têm capacidades sensoriais que vão além do que podemos entender e explicar.

E você amigo leitor, já teve ou conhece alguém que vivenciou uma experiência parecida…
Deixe seu comentário!

Comente