Os Desafios da Vida: Obrigatórios vs Opcionais

Você já se fez as contas quantos desafios você enfrenta por dia?

São muitos!

doença, desemprego, morte, etc

Nós acordamos já com o desafio de ir trabalhar, levar os filhos para escola, fazer almoço, limpar a casa, e muitos outros…

Quase sempre vencemos todos!

Mas as vezes vem desafios bem complicados de se vencer:

A doença, o desemprego, a morte, etc…

Esses desafios, talvez nunca venceremos, mas passaremos a vida ou boa parte dela tentando vencê-los!

Tanto os desafios complicados quanto os mais simples temos a satisfação de completá-los, ou de pelo menos tentarmos…

Porém, apesar de tantos desafios, aparecem outros desafios e esses são muito complicados, complexos e muitas vezes extremamente simples…

No entanto são poucas as pessoas que aceitam ou enxergam esses desafios, pois diferente dos que precisamos enfrentar, estes você pode escolher:

Enfrentá-los ou não…

Porém acredite é eles que te trazem

Aquela Paz na Alma”…

Mas que desafios são estes?
Antes continuar tenha em mente que esses desafios não irão gerar; prestigio, retribuição, fama, reconhecimento e muitas vezes nem um obrigado…

Vou começar pela doença ou deficiência de ente querido ou conhecido!

É certo que os cuidados básicos(alimentação, higiene e outros) é um desafio e tanto que você tem que enfrentar, porém tem outro desafio opcional, onde você pode ou não enfrentá-lo; que é tentar fazer essa pessoa feliz…

Esse desafio é muito difícil e complexo, muitas vezes as pessoas passam a vida cuidando de uma pessoa assim e nunca descobrem se fizeram o suficiente, se valeu a pena tanto sacrifício, as noites sem dormir…

Será que valeu a pena?

Agora temos outros tipos desafios literalmente opcional!

Vamos ver alguns exemplos:

Você escuta alguém bater no seu portão ou porta, pedido algum tipo de ajuda(comida, remédios, etc.), é um grande desafio escolher ajudar, você poderia simplesmente mandar embora, mas não!

é um grande desafio escolher ajudar

Você simplesmente escolhe ajudar…

Você ajuda dá comida, remédios, etc. A pessoa beneficiada, agradece, te enche de bençãos, chega a noite você coloca a cabeça no travesseiro e vem

Aquela Paz na Alma”… “Missão cumprida!


* Pecado…
Encontro com Deus!
* O Pão e a Margarina!
* A Fé Incondicional vs A Fé Forçada
* Você sabe o que é o verdadeiro mal?

Mas se essa história fosse um pouco diferente?

Você do mesmo jeito ajudou essa pessoa como descrito acima; porém essa pessoa não te agradece, nem te dá um simples muito obrigado, nada.

Daí você pensa:

Porque eu fui ajudar, perder meu tempo, meu dinheiro?

Mas começa repensar:

Ainda bem que ajudei e do mesmo jeito vem

Aquela Paz na Alma”… “Missão cumprida!

Missão cumprida! Será?

Para aqueles que escolhem enfrentar um desafio deste, não terá muito sossego não!

Você pode ter ajudado essa pessoa, hoje, porém amanhã ou depois aparece um outro desafio e depois outro ainda maior…

Como o exemplo verdadeiro de 2 pessoas que a mais de trinta e sete anos aceitaram o desafio de cuidar de um filho deficiente(cuja o desafio está sendo um sucesso) e também criaram uma filha, que esta feliz, realizada, então podemos dizer que os desafios de fazer os filhos felizes foram realizados com sucesso…

Você já se fez as contas quantos desafios você enfrenta por dia?

Porém ainda existem muitos desafios opcionais que continuam vindo.

Como o descaso dos animais abandonados!

Eles socorrem 1, mas no outro dia aparece 2 ou 3 e eles apesar de todas as dificuldades que vida trouxe a eles, ainda há espaço para esses desafios, que podiam ser ignorados mas não são…

Como muitas pessoas dizem: esse problema não é meu! Mas é de quem?

O descaso dos animais abandonados

Respondendo a pergunta:

Será que valeu a pena? Ou vai valer a pena?
Aí meu caro leitor, depende só de você!

Se você é como essas duas pessoas, que não esperam nada em troca, ajudam por apenas bondade…

Certeza que vale a pena!

Mas se você deseja com isso algo troca além do sentimento

Daquela Paz Interior lá no Fundo da Alma”…

Então não vale a pena…
Você não está preparado(a) para esses grandes desafios!

Autor do texto: Thiago Lewandowski – Publicado em: 19 de dezembro de 2018

Comente