Pesquisadores dinamarqueses dizem ter provas de que o 11 de setembro é o maior golpe da humanidade

Muito se disse sobre o suposto ataque terrorista de 11 de setembro às Torres Gêmeas do World Trade Center, muitas teorias foram lançadas e especialistas levantaram muitas questões.

Ataque terrorista de 11 de setembro às Torres Gêmeas do World Trade Center.

Mas quando o pesquisador científico Larry Silverstein encontrou explosivos nos escombros do World Trade Center, a ideia de que o ataque era terrorista, pelo menos o terrorismo que conhecemos, desmoronou.

Uma equipe de oito pesquisadores liderada pelo professor Niels Harrit, da Universidade de Copenhague (Dinamarca), demonstrou a existência de explosivos de alta tecnologia em uma amostra dos destroços das Torres Gêmeas.

Niels Holger Harrit, PhD Esta pesquisa confirma um trabalho semelhante feito anteriormente pelo professor Steven Jones nos Estados Unidos. Com esta descoberta, é possível explicar a queda livre de edifícios em um processo de demolição com explosivo controlado.

Os aviões não podiam derrubar as Torres Gêmeas, porque a temperatura do combustível não é suficiente para derreter o aço; no entanto, as causas reais não previam isso.

O impacto dos aviões também não pode ter afetado as bases da estrutura, como afirma o governo dos Estados Unidos, já que o prédio foi projetado para suportar aviões desse porte.

O ferro fundido na base dos edifícios estava “vermelho quente” por várias semanas. Ataque do 11 de setembro e dentro de três meses, fotografias de satélite infravermelhas mostraram bolsas de alta temperatura nas torres.

Na opinião de pesquisadores da Universidade de Copenhague, o ataque às Torres Gêmeas serviu para:

criar ódio contra os árabes e encorajar as guerras dos EUA pelo petróleo e a hegemonia israelense no Oriente Médio”.

Ainda de acordo com os mesmos investigadores, não há provas de que os agentes da Mossad (serviço secreto israelense) tenham sido capturados no mesmo dia em posse de explosivos. Eles foram todos libertados pelo FBI.

Veja o vídeo:

 

Fonte: aqui

Comente